Banca de QUALIFICAÇÃO: HUGO AZEVEDO RANGEL DE MORAIS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: HUGO AZEVEDO RANGEL DE MORAIS
DATA: 23/12/2015
HORA: 14:00
LOCAL: NEPSA
TÍTULO:

AVALIAÇÃO DA EFETIVIDADE NO PROGRAMA UM MILHÃO DE CISTERNAS RURAIS (P1MC): UM ESTUDO NOS TERRITÓRIOS DO RIO GRANDE DO NORTE COM BENEFICIÁRIOS À LUZ DO MODELO DE PROCESSO.


PALAVRAS-CHAVES:

Programa Um Milhão de Cisternas. Convivência com o Semi-Árido. Políticas Públicas.


PÁGINAS: 38
GRANDE ÁREA: Ciências Sociais Aplicadas
ÁREA: Administração
RESUMO:

Com o passar dos anos muitos projetos vêm sendo elaborados com o objetivo de minimizar as condições indesejáveis no semi-árido, tornando assim possível a convivência na região e possibilitando o desenvolvimento de tecnologias sociais como políticas públicas na região. Em 2000, organizações da sociedade civil, contando com o apoio do Ministério do Meio Ambiente – MMA, criaram o Programa Um Milhão de Cisternas Rurais – P1MC, em que a proposta visava à parceria com as famílias, comunidades e suas organizações, estabelecendo um nova relação com a população rural e seu ambiente, O programa apresenta etapas que inicia pela mobilização das famílias, têm-se as capacitações como etapa seguinte, e conclui-se com a construção de cisternas de placas de 16 mil litros para captação de água de chuvas através da calha do telhado do domicilio rural. O presente estudo visa avaliar a efetividade do programa Um Milhão de Cisternas Rurais (P1MC) nos territórios do Rio Grande do Norte, a luz do Modelo de Processo de Thomas Dye, que envolvem os estágios: identificação dos problemas, organização da agenda, formulação, legitimação, implementação e avaliação das politicas, sendo o último estágio objeto de estudo da pesquisa, para tanto, propõe-se analisar a eficiência nos 10(dez) territórios: Açu-Mossoró, Agreste Litoral Sul, Alto Oeste, Mato Grande, Potengi, Seridó, Sertão Central Litoral Norte, Sertão do Apodi, Terras Potiguaras e Trairí, através da Análise Envoltória de Dados(DEA), pretende-se estabelecer as regiões mais eficientes, e a partir desse universo, analisar a efetividade no P1MC, junto aos beneficiários, como instrumento de avaliação, em grupos focais. Quanto aos procedimentos metodológicos trata-se de uma pesquisa exploratória e descritiva, de natureza qualitativa e quantitativa.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 1149626 - MAURO LEMUEL DE OLIVEIRA ALEXANDRE
Externo à Instituição - VINICIUS CLAUDINO DE SÁ - UERN
Presidente - 1169358 - WASHINGTON JOSE DE SOUSA
Notícia cadastrada em: 15/12/2015 15:41
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa11-producao.info.ufrn.br.sigaa11-producao