Banca de QUALIFICAÇÃO: ANA ELIZA GALVAO CORTEZ

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ANA ELIZA GALVAO CORTEZ
DATA: 25/11/2015
HORA: 09:00
LOCAL: NEPSA
TÍTULO:

A INFLUÊNCIA DOS ASPECTOS COGNITIVOS E AFETIVOS NAS AÇÕES DE MULHERES EMPREENDEDORAS DO SERIDÓ/RN NAS DIFERENTES FASES DE DESENVOLVIMENTO DO NEGÓCIO.




PALAVRAS-CHAVES:

Empreendedorismo feminino. Aspectos cognitivos. Aspectos afetivos. Fases de um negócio.


PÁGINAS: 55
GRANDE ÁREA: Ciências Sociais Aplicadas
ÁREA: Administração
RESUMO:

As abordagens contemporâneas sobre empreendedorismo reconhecem que aspectos cognitivos e afetivos influenciam as ações dos empreendedores, visto que se referem aos motivadores da geração de ideias, reconhecimento de oportunidades e aos sentimentos vivenciados ao longo de suas vidas. Conforme a empresa cresce em tamanho e complexidade, tais aspectos se transformam, de modo que os perfis comportamentais mudam e desenvolvem novas habilidades ao longo do tempo. Um tema que tem se destacado na literatura, mas que ainda carece de investigação nessas abordagens é o empreendedorismo feminino. Os estudos sobre o empreendedorismo feminino mostram uma série de desafios, dificuldades e preconceitos enfrentados, mas também revelam que as mulheres têm a oportunidade de desenvolver habilidades e competências e, assim, cumprirem seus objetivos. Diante de tais considerações, esta pesquisa propõe-se a analisar como os aspectos cognitivos e afetivos influenciam as ações de mulheres empreendedoras da região Seridó do Rio Grande do Norte nas diferentes fases de desenvolvimento de um negócio. A região escolhida destaca-se pelo empreendedorismo como principal atividade econômica. A pesquisa norteia-se por um modelo que sugere que os aspectos afetivos são mais influentes nas ações dos empreendedores nas fases iniciais de um empreendimento e, à medida que a este se desenvolve, os fatores cognitivos se tornam mais presentes. Visando melhor demarcar tais variações, foi integrado ao modelo uma abordagem que aponta cinco fases de desenvolvimento de um negócio. No referencial teórico são tratados, portanto,  o empreendedorismo e a particularidade das mulheres nessa temática, os atributos do empreendedor e as características de casa fase de desenvolvimento de um negócio. Em termos metodológicos, trata-se de uma pesquisa exploratória e descritiva, de natureza quantitativa e aplica-se às mulheres empreendedoras que atuam na região Seridó do Rio Grande do Norte. A amostragem é não-probabilística, selecionada por bola de neve. Os dados serão coletados por meio de questionário e analisados através de técnicas de análise multivariada, como análise fatorial, análise de conglomerados e regressão logística multinomial. Ao final da pesquisa, espera-se contribuir para os estudos sobre empreendedorismo ao propor um framework validado que contemple as dimensões cognitivas e afetivas das ações dos empreendedores e suas possíveis variações nas diferentes fases de um empreendimento.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 349782 - AFRANIO GALDINO DE ARAUJO
Interno - 349130 - MIGUEL EDUARDO MORENO ANEZ
Externo ao Programa - 1149626 - MAURO LEMUEL DE OLIVEIRA ALEXANDRE
Externo à Instituição - Vânia Maria Jorge Nassif - UNINOVE
Notícia cadastrada em: 24/11/2015 13:22
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa05-producao.info.ufrn.br.sigaa05-producao