Apresentação

O Mestrado Profissional em Energia Elétrica promove a capacitação de Engenheiros Eletricistas através do domínio dos conteúdos e ferramentas de análise dos principais fenômenos envolvidos com o uso da energia elétrica em Sistemas Elétricos de Potência considerando, principalmente, mas não exclusivamente, o uso de fontes renováveis para produção de energia elétrica e seus acessos a rede elétrica.                                      

Além disso, o curso também terá linha de formação capaz de capacitar o Engenheiro Eletricista para otimizar, analisar e planejar Sistemas Elétricos de Potência, bem como adequar as redes existentes para aceitar a conexão de cargas e geração que necessitam de informações sobre o estado operativo da rede, para seu perfeito funcionamento.

O curso de Mestrado Profissional em Energia Elétrica fortalecerá o desenvolvimento de uma massa crítica de sistemas de energia elétrica através da formação de profissionais de Engenharia Elétrica que, preferencialmente, se encontram no setor produtivo, propondo soluções e alternativas em problemas de Engenharia na indústria da produção, transmissão, distribuição e consumo de energia elétrica. Assim, busca-se transferir conhecimento para a sociedade atendendo demandas específicas e de arranjos produtivos com vistas ao desenvolvimento nacional, regional ou local, promover a articulação integrada da formação profissional com entidades demandantes de naturezas diversas, visando melhorar a eficácia e a eficiência das organizações públicas e privadas e contribuir para agregar competitividade e aumentar a produtividade em empresas, organizações públicas e privadas.

O Mestre em Energia Elétrica terá formação para desenvolver atividades técnico-científicos na área de energia elétrica, aumentando o potencial local, regional e nacional de geração, difusão e utilização de conhecimento científico no processo produtivo.

As disciplinas, prioritariamente, serão ministradas no turno noturno de segunda a quinta-feira das 19 as 22h. Os alunos deverão integralizar no mínimo 24 créditos, cujo conjunto de disciplinas é constituído por, no mínimo, 04 disciplinas obrigatórias e 02 complementares. Após a integralização dos créditos, o aluno deverá se apresentar para o Exame de Qualificação e, ao final, entrega e defesa pública do Trabalho de Conclusão de Curso, podendo ser patente, registro de software, protótipo tecnológico ou projeto com inovação tecnológica, dentro de prazos pré-determinados.


Endereço Alternativo


Coordenação do Programa

SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa26-producao.info.ufrn.br.sigaa26-producao