EST/CCET

DEPARTAMENTO DE ESTATISTICA

CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA

Projetos de Pesquisa


: Visualizar Detalhes do Projeto de Pesquisa
ALEX FRANCISCO ANTUNES
2008, Aplicação de Técnicas de Modelagem Estrutural Física e Digital no Entendimento da Origem e Evolução das Bacias Potiguar, Rio do Peixe e Araripe (Nordeste do Brasil)
ANTONIO MARCOS BATISTA DO NASCIMENTO
2020, Transição de fase em sistemas de disparos de neurônios
BERNARDO BORBA DE ANDRADE
2012, Estimação Clássica e Bayesiana de Riscos Relativos Ajustados por Regressão
2012, Métodos Computacionalmente Intensivos em Estatística
2011, Estimação Clássica e Bayesiana de Riscos Relativos Ajustados por Regressão
2011, Métodos Computacionalmente Intensivos em Estatística
BRUNO MONTE DE CASTRO
2020, Modelos Estocásticos em Neurociência e Cadeia oculta com memória de alcance variável
2019, Aplicações de Processos Estocásticos em música
2018, Um estudo dos modelos da urna de Pólya
2017, Um estudo sobre as cadeias estocásticas com memória de alcance variável
CARLA ALMEIDA VIVACQUA
2018, Melhoria de Qualidade de Informações Meteorológicas e Climatológicas para Planejamento de Medidas de Controle e Prevenção de Doenças Transmitidas pelo Mosquito Aedes aegypti
2016, Explorando o sistema complexo de incidência e transmissão de doenças infecciosas através da análise do impacto do ambiente natural e social
2016, Melhoria de Qualidade de Informações Meteorológicas e Climatológicas
2014, Ferramenta de apoio ao processo de ensino e aprendizagem
2013, Experimentação e Estratégia Seis Sigma na Busca por Inovação e Melhoria de Qualidade
2009, PLANEJAMENTO, EXECUÇÃO E ANÁLISE DE EXPERIMENTOS PARA O DESENVOLVIMENTO E MELHORIA DE PROCESSOS E PRODUTOS
2008, Suporte Estatístico à Gestão do Sistema Único de Saúde
DAMIAO NOBREGA DA SILVA
2014, Calibração de dados imputados para estimação em pesquisas por amostragem com não--resposta ao item
2014, Uso de indicadores de acurácia para corrigir erros de mensuração em pesquisas por amostragem
2010, Desenvolvimento de um programa R para implementar testes score em modelos lineares generalizados
2009, Estimação de Probabilidades de Respostas em Amostragem de Populações Finitas Através de Regressão Polinomial Local
2009, Uso do R para implementar testes da razão de verossimilhança melhorados em modelos lineares generalizados
2009, Desenvolvimento de um programa R para implementar testes score em modelos lineares generalizados
2008, Estimação de Probabilidades de Respostas em Amostragem de Populações Finitas Através de Regressão Polinomial Local
2008, Uso do R para implementar testes da razão de verossimilhança melhorados em modelos lineares generalizados
2008, Desenvolvimento de um programa R para implementar testes score em modelos lineares generalizados
2007, Estimação de Probabilidades de Respostas em Amostragem de Populações Finitas Através de Regressão Polinomial Local
2007, Uso do R para implementar testes da razão de verossimilhança melhorados em modelos lineares generalizados
DIONE MARIA VALENCA
2019, Desenvolvimento e implementação computacional de resíduos em modelos paramétricos de regressão para dados de sobrevivência com fração de cura
2014, Modelos Flexíveis de sobrevivência com fração de cura: implementação computacional.
2014, GRÁFICOS CUSUM AJUSTADOS AO RISCO PARA MONITORAMENTO DE TEMPOS DE SOBREVIVÊNCIA
2013, ESTIMAÇÃO E TESTE EM MODELOS DE SOBREVIVÊNCIA COM FRAÇÃO DE CURA
2012, Modelo de tempo de falha acelerado para ajustar sistemas reparáveis de confiabilidade.
2012, ESTIMAÇÃO E TESTE EM MODELOS DE SOBREVIVÊNCIA COM FRAÇÃO DE CURA
2012, PROCEDIMENTOS INFERENCIAIS PARA ESTUDO DA CONFIABILIDADE DE SISTEMAS REPARÁVEIS VIA PROCESSOS DE CONTAGEM
2011, Modelo de tempo de falha acelerado para ajustar sistemas reparáveis de confiabilidade.
2011, ESTIMAÇÃO E TESTE EM MODELOS DE SOBREVIVÊNCIA COM FRAÇÃO DE CURA
2011, PROCEDIMENTOS INFERENCIAIS PARA ESTUDO DA CONFIABILIDADE DE SISTEMAS REPARÁVEIS VIA PROCESSOS DE CONTAGEM
2010, Modelo de tempo de falha acelerado para ajustar sistemas reparáveis de confiabilidade.
2009, MODELOS PARAMÉTRICOS DE SOBREVIVÊNCIA PARA DADOS CORRELACIONADOS COM FRAÇÃO DE CURA
2009, Modelo de tempo de falha acelerado para ajustar sistemas reparáveis de confiabilidade.
2008, MODELOS PARAMÉTRICOS DE SOBREVIVÊNCIA PARA DADOS CORRELACIONADOS COM FRAÇÃO DE CURA
ELIARDO GUIMARAES DA COSTA
2018, Tamanho amostral em modelos para sobredispersão
FERNANDO CESAR DE MIRANDA
2010, Um algoritmo para estimação de vazão de gás em tempo teal para a planta de plunger lift
FIDEL ERNESTO CASTRO MORALES
2018, PACOTE GEOESTATISTICO PARA PROCESSOS DE CONTAGEM GEOPOISSON
2017, Modelo Geoestatistico t multivariado
2016, Modelo Geoestatistico de Poisson Aplicado a Dados de Clima
2014, Modelo Geoestatístico com Processos de Poisson Não Homogêneo
2014, Título Abordagem Bayesiana no Modelo Linear Normal Bivariado para Varíaveis Tipo-Intervalo
2014, Características antropométricas, sociais e placentárias de recém-nascidos e puérperas atendidos em um Hospital Universitário
2012, Abordagem Bayesiana para modelos de cura com recorrência para dados de sobrevivência
2012, Aplicação do algoritmo genético na trajetória ótima de um robô
FLAVIO HENRIQUE MIRANDA DE ARAUJO FREIRE
2013, Mortalidade infantil e na infância e o Programa de Acesso e Melhoria da Qualidade da Atenção Básica (PMAQ-AB)
2013, ESTIMATIVAS DE MORTALIDADE PARA PEQUENAS ÁREAS NO BRASIL: a aplicação de uma nova metodologia através da combinação de métodos demográficos e estatísticos
2012, ORGANIZAÇÃO SOCIAL DO TERRITÓRIO E CRIMINALIDADE VIOLENTA EM REGIÕES METROPOLITANAS
2012, Projeções multirregionais da mão de obra qualificada no Brasil
2011, ORGANIZAÇÃO SOCIAL DO TERRITÓRIO E CRIMINALIDADE VIOLENTA EM REGIÕES METROPOLITANAS
2011, ESTIMATIVAS DE MORTALIDADE PARA PEQUENAS ÁREAS NO BRASIL: a aplicação de uma nova metodologia através da combinação de métodos demográficos e estatísticos
2009, Estimativas de mortalidade segundo causas de morte, sexo, idade e estado civil em Regiões Metropolitanas
FRANCISCO DE ASSIS MEDEIROS DA SILVA
2017, ANÁLISE DA COMPETÊNCIA DE UNIDADES JUDICIÁRIAS: Um estudo de caso no Poder Judiciário do Rio Grande do Norte
2014, ANÁLISE RETROSPECTIVA E PROSPECTIVA DA DEMANDA JUDICIAL E ADEQUAÇÃO ORGANIZACIONAL: UM ESTUDO DE CASO NO PODER JUDICIÁRIO DO RIO GRANDE DO NORTE
FRANCISCO MOISES CANDIDO DE MEDEIROS
2020, Discentes da UFRN: Um estudo de fatores associados ao índice de acerto no ENEM, trajetória acadêmica, evasão e indicadores de sucesso no mercado de trabalho.
2019, Um pacote em R para testes inferenciais em modelos de regressão lineares simétricos
2018, Aprimoramento de métodos inferenciais em algumas classes de modelos estatísticos
2018, Modelo de regressão beta: uma nova abordagem
2010, Estimação Paramétrica e Não-paramétrica em Modelos de Markov Ocultos.
JOANLISE MARCO DE LEON ANDRADE
2012, Modelagem Estatística em Epidemiologia
LARA DE MELO BARBOSA ANDRADE
2013, Analisando a fecundidade no Nordeste a partir das informações do Censo e do Sinasc, 2000 e 2010
2012, PERCEPÇÕES DA POPULAÇÃO RESIDENTE DA ÁREA DO PETRÓLEO POTIGUAR E A INFLUÊNCIA DOS ROYALTIES NA DINÂMICA SOCIOECONÔMICA
2010, AVALIANDO O PROCESSO DE DIFUSÃO EPIDÊMICA E ESPACIAL DO HIV/AIDS NAS UNIDADES FEDERADAS DA REGIÃO NORTE
LUZ MILENA ZEA FERNANDEZ
2020, Previsão no processo INAR(1) com inovações binomiais
2020, Processo autorregressivo de valores inteiros Borel INAR(1): previsão um passo a frente e gráfico de controle Shewhart.
2019, Previsão h passos à frente no processo INAR(1)
2018, Novas distribuições de probabilidade contínuas com aplicações para dados de sobrevivência: Classe Erf-G de distribuições contínuas
2016, Previsão no processo PSINAR(1)
2014, Novas distribuições de probabilidade
MARCELO BOURGUIGNON PEREIRA
2016, Novos modelos para séries temporais de valores inteiros
MARCOS ROBERTO GONZAGA
2013, Projeção populacional para os municípios das Regiões Norte e Nordeste do Brasil, por idade e sexo, entre os anos de 2010 e 2030
2012, A População Idosa em Minas Gerais: um estudo sobre a institucionalização de longa permanência
MARCUS ALEXANDRE NUNES
2020, Ferramentas Interativas para Visualização de Dados Abertos
2018, Ferramentas Gráficas de Diagnóstico para Modelos Lineares Generalizados Mistos Binomais
2018, Ferramenta de Pesquisa e Análise de Pedidos de Reembolso da Câmara dos Deputados
2016, Combinação de Modelos de Previsão Climática
2015, Modelos Lineares Generalizados para Análise de Dados Genéticos e Fenotípicos de Gado de Leite
MARDONE CAVALCANTE FRANCA
2012, ANÁLISE COMPARATIVA DA DINÂMICA DEMOGRÁFICA E SOCIAL DA CIDADE DE NATAL NO PERÍODO 2000-2010
2011, Modelagem das Curvas das taxas de fecundidade por idade para os Estados brasileiros nos anos de de 1970, 1980, 1991, 2000. para as áreas rurais e urbanas
MARIA CELIA DE CARVALHO FORMIGA
2013, POPULAÇÃO IDOSA DA REGIÃO NORDESTE: DEMOGRAFIA ESPACIAL E EVOLUÇÃO DA MORTALIDADE
2013, ESTUDO DA MORTALIDADE POR DOENÇAS ENDÓCRINAS, NUTRICIONAIS E METABÓLICAS NO BRASIL: DIABETES E DESIGUALDADES SOCIAIS
2012, Perfil multidimensional da população idosa atendida nas Unidades de Saúde da Família dos distritos Norte, Leste e Oeste do município de Natal: análise epidemiológica e sócio-demográfica como subsídio para a Atenção Básica de Saúde
2012, POPULAÇÃO IDOSA DA REGIÃO NORDESTE: DEMOGRAFIA ESPACIAL E EVOLUÇÃO DA MORTALIDADE
2011, MORTALIDADE DA POPULAÇÃO FEMININA NO CONTEXTO DAS DESIGUALDADES SOCIODEMOGRÁFICAS DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE
2011, Perfil multidimensional da população idosa atendida nas Unidades de Saúde da Família dos distritos Norte, Leste e Oeste do município de Natal: análise epidemiológica e sócio-demográfica como subsídio para a Atenção Básica de Saúde
2010, MORTALIDADE DA POPULAÇÃO FEMININA NO CONTEXTO DAS DESIGUALDADES SOCIODEMOGRÁFICAS DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE
MARIA HELENA CONSTANTINO SPYRIDES
2014, DESASTRES NATURAIS: IMPACTOS NA SAÚDE DA POPULAÇÃO
2012, MODELOS ESTOCÁSTICOS PARA AVALIAR AS IMPLICAÇÕES DA INSOLAÇÃO SOBRE A SAÚDE PÚBLICA
2012, QUALIDADE DE VIDA DOS IDOSOS E O PERFIL DO CUIDADOR PROFISSIONAL, EM NATAL-RN
2012, A Leishmaniose Visceral no Nordeste: uma análise epidemiológica
2011, MÉTODOS ALTERNATIVOS PARA ESTIMAÇÃO DE SUBREGISTRO DE NASCIMENTOS E ÓBITOS NO BRASIL
2011, MODELOS ESTOCÁSTICOS PARA AVALIAR AS IMPLICAÇÕES DA INSOLAÇÃO SOBRE A SAÚDE PÚBLICA
2011, QUALIDADE DE VIDA DOS IDOSOS E O PERFIL DO CUIDADOR PROFISSIONAL, EM NATAL-RN
2010, MUDANÇAS CLIMÁTICAS E POTENCIAIS IMPLICAÇÕES EM DOENÇAS VETORIAIS E NÃO VETORIAIS
2010, MÉTODOS ALTERNATIVOS PARA ESTIMAÇÃO DE SUBREGISTRO DE NASCIMENTOS E ÓBITOS NO BRASIL
2009, MUDANÇAS CLIMÁTICAS E POTENCIAIS IMPLICAÇÕES EM DOENÇAS VETORIAIS E NÃO VETORIAIS
2009, MÉTODOS ALTERNATIVOS PARA ESTIMAÇÃO DE SUBREGISTRO DE NASCIMENTOS E ÓBITOS NO BRASIL
2008, Avaliação do impacto de dois programas de estímulo a adoção de um padrão de alimentação saudável e a prática de atividade física durante a gestação e no pós-parto: dois ensaios clínicos randomizados
2008, MUDANÇAS CLIMÁTICAS E POTENCIAIS IMPLICAÇÕES EM DOENÇAS VETORIAIS E NÃO VETORIAIS
2007, Avaliação do impacto de dois programas de estímulo a adoção de um padrão de alimentação saudável e a prática de atividade física durante a gestação e no pós-parto: dois ensaios clínicos randomizados
2007, MUDANÇAS CLIMÁTICAS E POTENCIAIS IMPLICAÇÕES EM DOENÇAS VETORIAIS E NÃO VETORIAIS
MARIANA CORREIA DE ARAUJO
2017, Abordagem computacional para aperfeiçoamento de testes estatísticos em modelos de regressão simétricos
MOISES ALBERTO CALLE AGUIRRE
2012, O HABITUS DE ESTUDAR: CONSTRUTOR DE UMA NOVA REALIDADE NA EDUCAÇÃO BÁSICA DA REGIÃO METROPOLITANA DE NATAL
2011, O HABITUS DE ESTUDAR: CONSTRUTOR DE UMA NOVA REALIDADE NA EDUCAÇÃO BÁSICA DA REGIÃO METROPOLITANA DE NATAL
2010, Dinâmica da Reprodução do Rio Grande do Norte
2010, O HABITUS DE ESTUDAR: CONSTRUTOR DE UMA NOVA REALIDADE NA EDUCAÇÃO BÁSICA DA REGIÃO METROPOLITANA DE NATAL
2010, O HABITUS DE ESTUDAR: CONSTRUTOR DE UMA NOVA REALIDADE NA EDUCAÇÃO BÁSICA DA REGIÃO METROPOLITANA DE NATAL
PAULO CESAR FORMIGA RAMOS
2013, PERFIL SOCIOAMBIENTAL DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE: ANÁLISE ESPACIAL DOS DADOS CENSITÁRIOS DE 1991, 2000 E 2010
2010, ESTIMATIVAS DA MORTALIDADE INFANTIL NO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE: POSSIBILIDADES E LIMITAÇÕES
PAULO ROBERTO MEDEIROS DE AZEVEDO
2017, Uma análise de sobrevida de pacientes com câncer de Colo do Útero atendidas em hospital de referência do Rio Grande do Norte, Brasil.
2015, Uma análise espacial e de tendências dos coeficientes de mortalidade pelo câncer do colo do útero em Natal/RN, entre 2000 e 2014.
2014, Uma análise espacial e de tendências dos coeficientes de mortalidade pelos cânceres de boca e de orofaringe em Natal/RN, entre 1997 e 2012
2012, Uma análise espacial das incidências dos cânceres de boca e de orofaringe em Natal/RN, entre 1997 e 2002.
PAULO SERGIO LUCIO
2014, Sobre os impactos de eventos climáticos extremos e a capacidade adaptativa das populações: percepção ambiental dos desastres naturais clima-dependentes
2010, MODELOS ESTOCÁSTICOS PARA A GERAÇÃO DE SÉRIES CLIMATOLÓGICAS
2010, CARACTERIZAÇÃO ESTATÍSTICA DE EXTREMOS VIA UMA NOVA CLASSE DE ESTIMADORES.
2010, Estimadores Robustos de Máxima Verossimilhança para Distribuições de Pareto Generalizada
2010, STATISTICAL METHODS FOR EVALUATION OF CLIMATE CHANGE IN TIME SERIES. EXTREME EVENTS ANALYSIS.
2010, Downscaling Estatístico para Extremos Meteorológicos. Estudo de Casos: Temperatura e Precipitação no Brasil.
2010, DENGUE BR: USO DE PREVISÕES CLIMÁTICAS EM UM MODELO DE RISCO DE REPRODUÇÃO DA DOENÇA.
2010, MODELO BRASILEIRO DE PREVISÕES CLIMÁTICAS SAZONAIS VIA COMPOSIÇÃO DE MÉTODOS ESTOCÁSTICOS.
2010, USO DE PREVISÕES CLIMÁTICAS EM UM MODELO DE RISCO DE TRANSMISSÃO DE DOENÇAS VETORIAIS CLIMA-DEPENDENTES
2009, MODELOS ESTOCÁSTICOS PARA A GERAÇÃO DE SÉRIES CLIMATOLÓGICAS
2009, CARACTERIZAÇÃO ESTATÍSTICA DE EXTREMOS VIA UMA NOVA CLASSE DE ESTIMADORES.
2009, Estimadores Robustos de Máxima Verossimilhança para Distribuições de Pareto Generalizada
2009, STATISTICAL METHODS FOR EVALUATION OF CLIMATE CHANGE IN TIME SERIES. EXTREME EVENTS ANALYSIS.
2009, Downscaling Estatístico para Extremos Meteorológicos. Estudo de Casos: Temperatura e Precipitação no Brasil.
2009, DENGUE BR: USO DE PREVISÕES CLIMÁTICAS EM UM MODELO DE RISCO DE REPRODUÇÃO DA DOENÇA.
2009, MODELO BRASILEIRO DE PREVISÕES CLIMÁTICAS SAZONAIS VIA COMPOSIÇÃO DE MÉTODOS ESTOCÁSTICOS.
2008, MODELOS ESTOCÁSTICOS PARA A GERAÇÃO DE SÉRIES CLIMATOLÓGICAS
2008, ADAPT – Edital 14 FINEP - Convênio FINEP #01.06.1120.00
2008, Estimadores Robustos de Máxima Verossimilhança para Distribuições de Pareto Generalizada
2008, STATISTICAL METHODS FOR EVALUATION OF CLIMATE CHANGE IN TIME SERIES. EXTREME EVENTS ANALYSIS.
2008, DENGUE BR: USO DE PREVISÕES CLIMÁTICAS EM UM MODELO DE RISCO DE REPRODUÇÃO DA DOENÇA.
2007, MODELOS ESTOCÁSTICOS PARA A GERAÇÃO DE SÉRIES CLIMATOLÓGICAS
2007, ADAPT – Edital 14 FINEP - Convênio FINEP #01.06.1120.00
2007, Estimadores Robustos de Máxima Verossimilhança para Distribuições de Pareto Generalizada
PLEDSON GUEDES DE MEDEIROS
2015, Métodos Estatísticos inovadores no Controle Estatístico de Qualidade
2013, Abordagem probabilística para gráficos de controle e controle on-line de processo
2012, Métodos Estatísticos Avançados em Controle Estatístico de Processos
2011, ESTUDO E IMPLEMENTAÇÃO DE MÉTODOS INOVADORES EM CONTRLE ESTATÍSTICO DE PROCESSOS
2011, Abordagem probabilística para gráficos de controle e controle on-line de processo
2010, controle de processo em tempo real via cadeia Markov
2010, ESTUDO E IMPLEMENTAÇÃO DE MÉTODOS INOVADORES EM CONTRLE ESTATÍSTICO DE PROCESSOS
2009, controle de processo em tempo real via cadeia Markov
2009, ESTUDO E IMPLEMENTAÇÃO DE MÉTODOS INOVADORES EM CONTRLE ESTATÍSTICO DE PROCESSOS
2008, controle de processo em tempo real via cadeia Markov
2008, ESTUDO E IMPLEMENTAÇÃO DE MÉTODOS INOVADORES EM CONTRLE ESTATÍSTICO DE PROCESSOS
RICARDO OJIMA
2013, Vulnerabilidade sociodemográfica na Região Metropolitana de Natal: meio ambiente, mobilidade espacial da população e planejamento urbano
2012, Observatório das migrações no Nordeste
2012, Expansão urbana, migrações e políticas urbanas: analisando o processo migratório sob a perspectiva da urbanização dispersa na Região Metropolitana de Natal
2012, Urbanização, condições de vida e mobilidade espacial da população no contexto dos biomas nordestinos: repensando as heterogeneidades intra-regionais
2011, Sub-rede Cidades e Mudanças Climáticas - Rede Brasileira de Pesquisa sobre Mudanças Climáticas Globais
2011, Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia para Mudanças Climáticas (INCT-MC) - Sub-projeto Urbanização e Mega Cidades
2011, Vulnerabilidade sociodemográfica na Região Metropolitana de Natal: meio ambiente, mobilidade espacial da população e planejamento urbano
ROSANE RODRIGUES CHAVES
2017, Validação dos cenários de mudanças climáticas dos modelos do IPCC AR5 para o Nordeste Brasileiro - Aspectos Continentais e Oceânicos
 
163 Projeto(s) encontrado(s)

SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa03-producao.info.ufrn.br.sigaa03-producao v3.54.11