Projeto Pedagógico do Curso

O Contador pode atuar das seguintes formas: profissional autônomo, sócio de empresa ou prestador de serviços técnicos de contabilidade, auditoria e consultorias; funcionário responsável nas áreas de contabilidade, auditoria interna, controladoria e orçamento financeiro, consultoria fiscal-tributária, custos e planejamento gerencial e análise das demonstrações contábeis de entidades públicas ou particulares; perícias contábeis judiciais ou extrajudiciais; avaliação de bens patrimoniais; constituição, incorporação, cisão, fusão ou liquidação de empresas; magistério superior; servidor público em todas as instâncias governamentais.

Empresas públicas e privadas, órgãos goveranamentais, como autônomo, consultorias, instituições de ensino superior e de pesquisa.

A Estrutura Curricular do Curso de Ciências Contábeis objetiva proporcionar uma formação mais voltada para a realidade do contexto atual delimitada por alguns parâmetros emergenciais como: a globalização, as mudanças tecnologias, ambientais, o controle de qualidade total, os sistemas informações gerenciais numa corrida pelos novos desafios. A fusão de algumas modalidades intelectuais é primordialmente importante para a execução de um curso com o perfil moderno, tais como: a ética profissional, o comportamento e comunicação interpessoal, capacidade de adaptação e motivação para que o processo de atualização e competência seja contínuo. O presente projeto apresenta uma proposta com um planejamento, onde a articulação para a formação profissional da área contábil exija que o formando possua as seguintes competências e habilidades:

a) utilizar adequadamente a terminologia e linguagem das Ciências Contábeis e Atuariais;

b) demonstrar uma visão sistêmica e interdisciplinar da atividade contábil;

c) elaborar pareceres e relatórios que contribuam para um melhor desempenho com eficiência, junto aos seus usuários, independente do modelo organizacional;

d) aplicar de uma maneira adequada, a legislação pertinente às funções meramente contábil;

e) desenvolver, com motivação e através de permanente articulação, a liderança entre equipes multidisciplinares para a captação de insumos necessários aos controles técnicos, à geração e disseminação de informações contábeis, com reconhecido nível de precisão;

f) exercer suas responsabilidades com expressivo domínio das funções contábeis, incluindo noções de atividade atuariais e de quantificações de informações financeiras, patrimoniais e governamentais, que viabilizem aos agentes econômicos e aos administradores de qualquer segmento produtivo ou institucional o pleno cumprimento de seus encargos quanto ao gerenciamento aos controles e à prestação de contas de sua gestão perante à sociedade, gerando também informações para a tomada de decisão, organização de atitudes e construção de valores orientados para a cidadania; 

g) desenvolver, analisar e implantar sistemas de informação contábil e de controle gerencial, revelando capacidade crítico analítica para avaliar as implicações organizacionais com a tecnologia da informação;

h) exercer com ética e proficuidade as atribuições e prerrogativas que lhes são conferidas, através da legislação específica, demonstrando domínio aos diferentes tipos de organização.

Prática Contábil e Estágio Supervisionado em Contabilidade

As disciplinas Prática Contábil e Estágio Supervisionado em Contabilidade têm como principal finalidade unir o aprendizado teórico à prática, no intuito de deixar o aluno sempre mais perto das dificuldades encontradas com a realidade do mercado profissional. É um momento, onde se deve refletir a respeito de todos os conteúdos aprendidos e discutidos durante o transcorrer de todo curso.

Quanto à sua execução, ela é regida por uma normatização, obedecida e aprovada pelos membros do colegiado do curso de Ciências Contábeis do CERES.

A realização da disciplina Estágio Supervisionado em Contabilidade, poderá também acontecer junto a entidades públicas e privadas, cabendo ao DCEA- Departamento de Ciências Exatas e Aplicadas fazer o devido cadastro e credenciamento dessas entidades no intuito de realizar convênios juntos a Universidade Federal do Rio Grande do Norte, obedecendo às normas aprovados pelo colegiado do curso, em anexo.

Trabalho de Conclusão de Curso -

TCC O aluno para obter o título de Bacharel em Ciências Contábeis, deverá fazer um TCC a respeito de um tema de seu interesse sob a orientação e acompanhamento de um professor. O TCC poderá também acontecer junto a entidades públicas e privadas, devidamente credenciados.

Atividades Complementares

A formação de Bacharel em Ciências Contábeis requer um maior envolvimento do aluno com as atividades de extensão e pesquisa no âmbito da academia, atividades essenciais ao desenvolvimento de suas competências e habilidades. 

As atividades complementares

compreendem as ações desenvolvidas pelos alunos no seu percurso acadêmico, obedecendo sempre à regulamentação específica que norteia a matéria.

Sendo assim, o aluno terá a oportunidade de participar de várias atividades que favoreçam a sua melhor formação, como projetos de pesquisa e extensão, congressos científicos e outros eventos nacionais e internacionais, monitoria etc.

A articulação sistêmica entre os conteúdos estudados em sala de aula e o cumprimento dessas atividades permitirão ao egresso atingir níveis de capacitação para atuar com mais eficiência e eficácia no mercado de trabalho.

Essas atividades de formação acadêmica irão representar o complemento da formação profissional, dando condições ao aluno de trilhar em áreas de seu interesse específico, como: pesquisa científica, docência acadêmica, de negócios, como executivo e outras que serão descobertas através do interesse do aluno.

O aluno poderá realizar, no mínimo, 180 horas em atividades de ensino, pesquisa e extensão e outras constantes em regulamento próprio aprovado pelo colegiado do Curso, em anexo:

1) Monitoria reconhecida pela Pró-Reitoria Acadêmica- PROGRAD, em regime de bolsa ou sem remuneração;

2) Atividade de iniciação científica;

3)Comunicação feita em seminários ou congêneres científico de âmbito local, regional, nacional ou internacional;

4) Publicações em periódicos especializados, anais de congressos e similares;

5) Participação em projetos de extensão;

6) Participação em seminários, congressos, encontros estudantis;

7) Projetos desenvolvidos na Empresa Júnior do Curso.

Disciplinas Optativas

As disciplinas optativas têm um papel muito importante na formação profissional, pois visam ampliar os conhecimentos adquiridos, de acordo com os interesses individuais para o exercício da profissão. 

O aluno deverá cursar, no mínimo, 120 horas em disciplinas complementares, as quais podem ser escolhidas, conforme relação abaixo. O aluno poderá também, caso deseje, escolher disciplinas extracurriculares, conforme prevê a legislação da Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Estágio Voluntário

O aluno poderá participar de estágio voluntário, pois o mesmo integra o aluno no meio profissional, dando condições ao mesmo de uma aprendizagem social, cultural e profissional, levando em consideração o aprendizado prático, inserindo assim, no mundo do relacionamento humano e dando condições ao aluno de colocar em prática os conhecimentos adquiridos  durante o curso.

O referido estágio pode ser realizado em entidades públicas e privadas, pelo aluno regularmente matriculado, e que esteja freqüentando o curso de Ciências Contábeis do Ceres/UFRN.

 

Processo de Organização do Conhecimento

Quanto ao processo de estruturação e organização curricular, vale ressaltar que a proposta de currículo apresentado para a formação profissional do Contador está distribuída por áreas de conhecimento, dando o direito ao aluno de fazer sua escolha entre as disciplinas complementares, de acordo com a sua vontade de aprofundamento do conhecimento naquela área.

Nenhum conteúdo disponível até o momento Nenhum conteúdo disponível até o momento Baixar Arquivo
SIGAA | Superintendência de Informática - (84) 3215-3148 | Copyright © 2006-2018 - UFRN - sigaa09-producao.info.ufrn.br.sigaa09-producao