Course Pedagogical Project

O perfil do profissional de História se norteia, primeiramente, pela indissociabilidade entre pesquisa, ensino e extensão. A prática e a teoria destes três âmbitos da lógica formativa do educador possibilitam sua ação crítica  criativa, pois o graduado se apropria das múltiplas habilidades desenvolvidas em sua experiência formativa. Esta capacitação, advinda das reflexões teóricas e metodológicas do curso, oportuniza produções e difusão do conhecimento histórico. Para tanto, o formando valendo-se de suas interações com outras áreas do conhecimento e com múltiplos tipos de materiais de pesquisa, atua como um(a) agente participativo(a) e transformador(a) no campo político e nas ações educativas de sua área de atuação, seja na Escola e/ou em outros espaços de sua prática profissional. O formando, portanto, valoriza as relações de alteridade e coopera para uma ética que estimule o respeito às diversidades. O licenciado atua no sentido da formação em diversos espaços relacionados ao ensino e pesquisa do conhecimento histórico: - EnsinoFundamental, Médio, técnico e Superior de Instituições Públicas e Privadas. Nas de nível superior poderá atuar em Cursos específicos de História e/ou de áreas correlatas, que ofereçam componentes curriculares de conhecimento histórico; Núcleos/Fundações/Agências de Pesquisa; Arquivos, Museus, Curadorias e órgãos ligados à preservação e difusão da História, da Memória e Patrimônio Cultural, públicos ou privados, incluindoOrganizações Não Governamentais (ONG’S); Assessorias a empresas e meios de comunicação de massa, editoriais de livros, jornais e revistas especializados; Assessoria a empresas e/ou instituições ligadas ao Turismo.

O perfil do profissional de História se norteia, primeiramente, pela indissociabilidade entre pesquisa, ensino e extensão. A prática e a teoria destes três âmbitos da lógica formativa do educador possibilitam sua ação crítica e criativa, pois o graduado se apropria das múltiplas habilidades desenvolvidas em sua experiência formativa. Esta capacitação, advinda das reflexões teóricas e metodológicas do curso, oportuniza produções e difusão do conhecimento histórico. Para tanto, o formando valendo-se de suas interações com outras áreas do conhecimento e com múltiplos tipos de materiais de pesquisa, atua como um(a) agente participativo(a) e transformador(a) no campo político e nas ações educativas de sua área de atuação, seja na Escola e/ou em outros espaços de sua prática profissional. O formando,   portanto, valoriza as relações de alteridade e coopera para uma ética que estimule o respeito às diversidades. O licenciado atua no sentido da formação em diversos espaços relacionados ao ensino e pesquisa do conhecimento histórico: - EnsinoFundamental, Médio, técnico e Superior de Instituições Públicas e Privadas. Nas de nível superior poderá atuar em Cursos específicos de História e/ou de áreas correlatas, que ofereçam componentescurricularesdeconhecimentohistórico; Núcleos/Fundações/Agências de Pesquisa; Arquivos, Museus, Curadorias e órgãos ligados à preservação e difusão da História, da Memória e Patrimônio Cultural, públicos ou privados, incluindo Organizações Não Governamentais (ONG’S); Assessorias a empresas e meios de comunicação de massa, editoriais de livros, jornais e revistas especializados; Assessoria a empresas e/ou instituições ligadas ao Turismo.

● Compreender e explicar os diferentes conceitos que formam as estruturas e relações sócio-históricas;
● Conhecer as variações dos processos históricos, bem como suas diferentes modalidades de combinações no tempo e no espaço;
● Compreender a complexidade da atividade docente, não dissociando-a de seus fundamentos político-pedagógicos e da pesquisa, tanto no âmbito formal como em práticas não-formais de ensino;
● Refletir sobre as questões educacionais e pedagógicas referentes ao Ensino da História nos níveis Fundamental e Médio a partir daperspectiva do professor-pesquisador, de forma a propor projetos de intervenção na realidade
escolar, capazes de permitir a educação e a construção da consciência histórica do cidadão;
● Transitar pelos saberes históricos e pedagógicos com competência de forma a elaborar material didático em diversas linguagens,amparados em referências teórico-metodológicas trabalhadas nocurso;
● Promover a educação dos alunos no sentido amplo, incluindo, além do ensino de disciplinas escolares e o desenvolvimento cognitivo, o cuidado com aspectos afetivos (educação emocional), físicos, socioculturais, inclusivos e éticos, sobretudo atuando na formação plena da cidadania;
● Selecionar e organizar conteúdos de História de modo a assegurar sua aprendizagem pelos alunos, a partir da realidade discente, bem como da cultura local;
● Desenvolver a pesquisa, a produção e difusão do saber histórico nos âmbitos acadêmico, instituições de ensino, museus e instituições de salvaguarda da memória, em órgãos de preservação de documentos e no desenvolvimento de políticas e projetos de gestão do patrimônio cultural;
● Mostrar-se capaz de incluir, no processo de ensino-aprendizagem, o uso de Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC), como a internet (World Wide Web), o audiovisual e ambientes digitais visando a difusão e produção de conhecimentos históricos.

O Projeto Pedagógico do Curso de Licenciatura em História tem sido objeto de atenção e de renovação por parte do corpo docente, sobretudo, na última década, preocupação que se coaduna com as transformações ocorridas na sociedade brasileira e na legislação pertinente à Educação no País. Neste sentido, compreende-se a docência, tal qual preconiza a Resolução CNE/CP nº 2, de 20 de dezembro de 2019 (Diretrizes Curriculares Nacionais), como processo pedagógico intencional, construído a partir de princípios e objetivos explícitos, voltados para a apropriação de valores éticos, linguísticos, estéticos e políticos advindos do conhecimento, permanentemente direcionado à consolidação da soberania, democracia e justiça nacionais.

Compreende-se que os instrumentos avaliativos possuem funções estratégicas no que tangem a planejamentos de longo prazo, visão ampla e flexibilidade para mudanças aliada a fluxo constante de informações. Levando
esses elementos em consideração: Anualmente o curso de Licenciatura em História/Ceres vem participando da
Semana de Avaliação e Planejamento (SAP) instituída por meio da Resolução nº 048/2020 – CONSEPE de 08 de setembro de 2020. As atividades são divididas em três momentos: as sugeridas pela direção de Centro, pelo Departamento e Coordenação do curso de História/Ceres. Ainda em conformidade com a Resolução nº048/2020/CONSEPE no seu artigo 6º, a discussão do Plano de Ação Trienal do Curso de Graduação (PATCG)
é um item necessário na revisão sistemática e planejamento de médio e longo prazo. Dessa forma, propõem-se uma reunião de colegiado para avaliar continuamente o PATCG, “principalmente as estratégias para enfrentamento das fragilidades e encaminhamentos das melhorias das qualidades do curso”.
Além disso, em conformidade com a Resolução nº 181/2017 – CONSEPE que institui as políticas de melhorias da qualidade de cursos de graduação e pósgraduação e em observância a Comissão Própria de Avaliação (CPA) nos casos de processos avaliativos solicitar a assessoria da CPA, PROGRAD e Diretoria de Desenvolvimento Pedagógico (DDPED).

File download
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa07-producao.info.ufrn.br.sigaa07-producao