PPGDEM/CCET PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DEMOGRAFIA ADMINISTRAÇÃO DO CCET Telefone/Ramal: (84) 99474-6779 https://posgraduacao.ufrn.br/ppgdem

Banca de DEFESA: IRINA SALENE BRANDÃO BARBOSA VICENTE

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : IRINA SALENE BRANDÃO BARBOSA VICENTE
DATA : 21/12/2023
HORA: 09:00
LOCAL: Videoconferência via Gerência de Redes do CCET/UFRN
TÍTULO:

IDENTIFICAÇÃO DOS EFEITOS DIRETOS E INDIRETOS DA MIGRAÇÃO DE RETORNO NO NORDESTE EM 2010


PALAVRAS-CHAVES:

Migração; Migração de retorno; Efeitos Diretos e Efeitos Indiretos da Migração de Retorno


PÁGINAS: 54
RESUMO:

A desigualdade social é um dos grandes motores dos fluxos migratório interno no Brasil. Até o final do século 1970 os fluxos estavam associados ao desenvolvimento acelerado e concentrado da economia, principalmente na região Sudeste, que intensificou as desigualdades regionais. Porém a partir de 1980, com a desconcentração econômica e a crise econômica, os fluxos apontaram para uma nova configuração dos movimentos migratório, caracterizada por um freio à migração de longa distância com destino às fronteiras agrícolas, aumento da migração de retorno e das migrações de média e curta distância, diminuição da migração rural-urbana e intensificação dos deslocamentos do tipo urbano-urbano, e consequentemente na redução dos volumosos fluxos para o Sudeste, originados principalmente no Nordeste e em Minas Gerais (SALES, BAENINGER, 2000; CUNHA, BAENINGER, 2001; QUEIROZ, DOTA, 2019). O objetivo principal deste trabalho é identificar os efeitos diretos e indiretos da migração de retorno na região Nordeste, a nível da Região Metropolitana ou Interior, e por categorias de municípios. A migração de retorno é caraterizada pelo fluxo de indivíduos que deixaram o seu local de nascimento, residiram algum tempo em outra região e depois decidiram regressar ao seu lugar de nascimento, e esta decisão de retornar é influenciada por diversos fatores associados ao local de origem e ao local de destino (BATISTA; CAMPOS; RIGOTTI, 2017). . Além do objetivo principal, serão analisados como os efeitos diretos e indiretos da migração de retorno afeta a dinâmica demográfica no Nordeste, analisando por Região Metropolitana ou Interior, e por categorias de municípios e analisar a importância da migração de retorno no volume de imigrantes da década.  A partir dos resultados obtidos neste trabalho observou-se que uma média de idade mais avançada para os retornados em relação aos efeitos indiretos e uma maior participação de mulheres nos retornados ao município de nascimento e nos retornados a Região Nordeste.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1422122 - JÁRVIS CAMPOS
Externo à Instituição - REINALDO ONOFRE DOS SANTOS - UFJF
Interno - 1880578 - RICARDO OJIMA
Presidente - ***.396.358-** - WILSON FUSCO - FJN
Notícia cadastrada em: 11/12/2023 16:10
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa02-producao.info.ufrn.br.sigaa02-producao