Banca de DEFESA: KAROLAYNE RAYARA SANTOS DE LIMA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : KAROLAYNE RAYARA SANTOS DE LIMA
DATA : 28/09/2023
HORA: 09:00
LOCAL: Sala 01 da Pós-Graduação
TÍTULO:

EXTRATO AQUOSO DAS FOLHAS E ÓLEO DA SEMENTE DE MORINGA EM SUBSTITUIÇÃO AO ANTIMICROBIANO NA DIETA DE FRANGOS DE CORTE


PALAVRAS-CHAVES:

Aditivo natural, extratos vegetais, Moringa oleifera, saúde intestinal


PÁGINAS: 63
RESUMO:

Objetivou-se avaliar os efeitos do extrato aquoso das folhas de moringa (EAFM) e óleo de sementes da moringa (OSM) em substituição a bacitracina de zinco na dieta de frangos de corte sobre a digestibilidade das rações, desenvolvimento das vilosidades e criptas intestinais, desempenho, rendimento de carcaça, cortes e órgãos. Utilizou-se 336 frangos de 1 a 42 dias de idade, distribuídos em sete tratamentos e seis repetições. Os tratamentos foram: dieta controle positivo contendo bacitracina de zinco; dieta controle negativo sem aditivos; dieta contendo 0,20% de OSM e quatro dietas contendo níveis de EAFM (0,25, 0,50, 0,75 e 1,0%). As variáveis avaliadas foram: digestibilidade da MS e PB das rações; altura dos vilos, profundidade das criptas e relação vilo/cripta (V/C) no duodeno e jejuno; consumo de ração, ganho de peso e conversão alimentar; rendimentos de carcaça quente (RCQ), fria (RCF) e cortes comerciais; e peso relativo dos órgãos. Os resultados foram submetidos à análise de variância e teste F para contrastes ortogonais, a 5% de probabilidade. Os níveis de EAFM foram submetidos à regressão. O EAFM e OSM resultaram em maior digestibilidade para MS e PB, maiores alturas de vilosidades, relação V/C e menor profundidade de criptas, que os tratamentos controle. Não houve efeito dos tratamentos sobre a CA das aves. A adição da moringa resultou em maior peso do pro-ventrículo, rendimento de coxa, sobrecoxa e dorso. Observou-se aumento linear na altura de vilos do duodeno e relação V/C do jejuno, redução linear na profundidade de cripta do jejuno, máxima profundidade de cripta e relação V/C no jejuno no nível de 0,56% de adição do EAFM. Conclui-se o EAFM e o OSM podem ser utilizados como substituto a bacitracina de zinco para frangos de corte.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1408673 - CLÁUDIA DA COSTA LOPES
Externo ao Programa - 3339542 - ROMILTON FERREIRA DE BARROS JUNIOR - UFRNExterna à Instituição - CAMILLA ROANA COSTA DE OLIVEIRA - SENAR
Notícia cadastrada em: 15/09/2023 12:59
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa14-producao.info.ufrn.br.sigaa14-producao