Banca de DEFESA: INGRID LAÍSE SILVESTRE DE OLIVEIRA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : INGRID LAÍSE SILVESTRE DE OLIVEIRA
DATA : 09/08/2021
HORA: 14:00
LOCAL: Sala virtual - Google meets
TÍTULO:

EFEITO DA EXPOSIÇÃO AO LEITE NO PERFIL REDOX DO CAENORHABDITIS ELEGANS E O PERFIL DO CONSUMIDOR DO LEITE A2.


PALAVRAS-CHAVES:

A2A2; beta-caseína; estresse oxidativo; questionário


PÁGINAS: 76
RESUMO:

O estresse oxidativo é um desequilíbrio entre a produção e a desintoxicação de espécies reativas de oxigênio, o qual está associado ao desenvolvimento de doenças humanas. Visando alternativas intermediárias aos modelos experimentais que empregam animais vertebrados e os ensaios in vitro em cultura de células, os testes em Caenorhabditis elegans (C. elegans) são uma excelente opção. O C. elegans possui vias de sinalização que são altamente conservadas em humanos e são, portanto, úteis para estudar o estresse oxidativo. No primeiro capítulo, objetivou-se avaliar o efeito da exposição ao leite bovino no perfil redox do Caenorhabditis elegans. Foram utilizadas 04 amostras de leite devidamente pasteurizadas. O tratamento padrão para todos os ensaios foi por meio líquido (S basal/M9) com 20% leite. O efeito do tratamento foi testado no C. elegans em estágio L4, através dos ensaios de tamanho corporal, batimentos faríngeos, quantificação de progênie, resistência ao estresse oxidativo e quantificação de espécies reativas de oxigênio (EROs). O leite afetou o desenvolvimento, porém não houve interferência no número de batimentos faríngeos dos animais, nem causou alterações na capacidade de reprodução. O tratamento do C. elegans com 20% leite não parece aumentar a produção de EROs, porém diminuiu a sobrevivência em condições de estresse. Este estudo contribui para a caracterização dos efeitos da exposição ao leite no nematódeo C. elegans. O segundo capítulo, abrange o papel do consumidor na comercialização e aumento da disponibilidade de produtos provenientes de leite A2 (leite que contém apenas o alelo A2 para beta-caseína), o qual se faz de extrema importância para ditar a demanda e distribuição nacional do produto. Tem como objetivo, realizar um levantamento quanto ao conhecimento, consumo e mercado do leite e seus derivados pela população, com ênfase no leite A2. Questionários on-line através da plataforma “Google Formulários”, com caráter exploratório e descritivo foram aplicados para obtenção de respostas relacionadas ao conhecimento e consumo do leite A2. A pesquisa evidencia as preferências e interesses do consumidor acerca do leite A2, obtendo-se recurso-chave para inserção de um produto cada vez mais acessível e disponível, chamando atenção para os produtores de leite para seleção genética do rebanho de vacas A2A2.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2313454 - ADRIANO HENRIQUE DO NASCIMENTO RANGEL
Externa à Instituição - DAIANA SILVA DE ÁVILA - UFP
Externa ao Programa - 1251018 - RIVA DE PAULA OLIVEIRA
Externa à Instituição - VIVIAN FISCHER - UFRGS
Notícia cadastrada em: 28/07/2021 12:34
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa03-producao.info.ufrn.br.sigaa03-producao