Banca de DEFESA: MARECILDA BEZERRA DE ARAÚJO

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MARECILDA BEZERRA DE ARAÚJO
DATA : 02/04/2024
HORA: 08:00
LOCAL: Plataforma de Webconferência
TÍTULO:
MANUAIS PEDAGÓGICOS E A FORMAÇÃO DO HOMEM REPUBLICANO NO ENSINO PRIMÁRIO EM PARELHAS-RN, 1919-1922

PALAVRAS-CHAVES:
Ideias pedagógicas. Grupo escolar. Manuais escolares.

PÁGINAS: 274
RESUMO:
Esta tese propõe-se a investigar os manuais escolares e a circulação das ideias educacionais no
Grupo Escolar Barão do Rio Branco (GEBRB), município de Parelhas-RN, no recorte temporal
de 1919 a 1922, cujas obras foram: Cartilha Analítica de Arnaldo Barreto (1916), primeiro,
segundo, terceiro e quarto livro de Leituras Moraes e Instructivas de João Kopke (1914), e Nova
Cartilha Analytico-Sintética de Mariano de Oliveira (1918), Nossa Pátria de Rocha Pombo
(1917). Nesse sentido, o Decreto nº 87 de 13 de janeiro de 1919 instituiu o Grupo Escolar Barão
do Rio Branco, inaugurado em 21 de fevereiro daquele ano nos moldes da política de criação
dos grupos escolares no estado do Rio Grande do Norte. Consideramos nesta pesquisa a
abordagem metodológica da Nova História, com o método histórico. Para análise das fontes,
buscamos orientação teórico-metodológico em Chartier (1990), Le Goff (2013), Julia (2001),
Magalhães (2004), referenciando que os manuais podem ser entendidos como elementos da
cultura escolar, artefatos das normas, finalidades da Instrução Pública, conteúdos ensinados e
as práticas pedagógicas vivenciadas no interior do grupo. O corpus documental desta
investigação inclui dois diários de classe das professoras Maria Terceira Rocha e Raimunda
Rocha (1919 e 1920), Maria Helena Furtado e Rita Sampaio (1921 e 1922), professoras efetivas
do GEBRB, os quais mencionavam manuais escolares aqui citados. Assim, recorreu-se a livros
de ofícios, atas e resoluções da Diretoria Geral da Instrução Pública; termos de visitas; livro de
posse, compromisso e transferência dos professores; e regimento escolar (1914). Ademais,
relacionamos os decretos, as atas e as portarias da Intendência Municipal de Jardim do Seridó-
RN e da Prefeitura Municipal de Parelhas-RN. A pesquisa bibliográfica incluiu obras clássicas
como publicações científicas mais recentes a respeito da História da Educação, textos que
discorrem sobre as fontes históricas e a historiografia da educação no Brasil e no Rio Grande
do Norte. A consulta a outras obras regionais foi necessária para melhor contextualização do
território e da temporalidade que o objeto da pesquisa ocupa. Portanto, pesquisar e construir a
História da Educação com foco no cotidiano escolar, nas representações dos manuais,
destacando os métodos de ensino, saberes e as diferentes práticas que formam a cultura escolar
nos faz concluir que os manuais escolares no GEBRB analisados, nesta pesquisa, constituíram
se como manuscritos das reformas republicanas educacionais alicerçados ao sistema político
capazes de desenvolver nos educandos habilidades para a leitura e escrita, as virtudes morais
quanto aos bons hábitos de estudar, trabalhar, cuidar do corpo, relacionar-se com os outros,
respeito pela pátria e disciplina.

MEMBROS DA BANCA:
Externa à Instituição - FRANCINAIDE DE LIMA SILVA NASCIMENTO - IFRN
Externo à Instituição - JOSE MATEUS DO NASCIMENTO
Presidente - 1181646 - KILZA FERNANDA MOREIRA DE VIVEIROS
Interna - 2527711 - OLIVIA MORAIS DE MEDEIROS NETA
Interno - 3280986 - WALTER PINHEIRO BARBOSA JUNIOR
Notícia cadastrada em: 22/03/2024 12:56
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa02-producao.info.ufrn.br.sigaa02-producao