Banca de DEFESA: MARIA IZABEL JERONIMO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MARIA IZABEL JERONIMO
DATA : 01/04/2024
HORA: 15:00
LOCAL: PLATAFORMA DE WEBCONFERÊNCIA
TÍTULO:

EDUCAÇÃO INFANTIL DO CAMPO, CULTURAS LOCAIS E CURRÍCULOS


PALAVRAS-CHAVES:

-


PÁGINAS: 116
RESUMO:
Esta pesquisa foi motivada pelo reconhecimento da função social e pedagógica da
Educação Infantil como primeira etapa da Educação Básica, de propiciar o
desenvolvimento integral das crianças como sujeitos humanos por meio das práticas
pedagógicas e dos currículos que são produzidos e vividos no dia a dia das
instituições por professoras e crianças, envolvendo seus saberes e experiências com
os conhecimentos que compõem o patrimônio cultural humano, histórico e social. E,
nessa perspectiva, de que a Educação Infantil do Campo precisa considerar, em suas
práticas pedagógicas e curriculares, tanto o patrimônio de conhecimento mais amplo –
o comum –, quanto as especificidades locais dos contextos de vida das crianças, a
“parte diversificada”. A investigação teve o objetivo de analisar como aspectos da
cultura local se presentificam em práticas pedagógicas e currículos desenvolvidos
vividos por crianças da Educação Infantil no contexto do Campo. Metodologicamente o
estudo foi orientado por princípios da abordagem qualitativa e proposições de L. S.
Vigotski e M. Bakhtin para as pesquisas sobre processos humanos/nas Ciências
Humanas, considerando os dados como produções sociais em relação com os
contextos onde emergem e a pesquisa como produção de significados e sentidos por
parte de pesquisador(a) e participantes. A construção dos dados envolveu, como
procedimentos, entrevistas semiestruturadas, observações de tipo não participativo
com registro em Diário de Campo e análise de documentos (Projeto Político
Pedagógico da instituição estudada, planos de aula e relatórios da prática docente).
Para fins de complementação das informações foram feitas gravações em vídeo e
análise de documentos oficiais de âmbito nacional e local pertinentes à etapa
educativa, à modalidade Educação do Campo e ao tema. Como campo empírico do
estudo foi tomada uma instituição de Educação Infantil situada na zona rural –
identificada como Escola do Campo – em um município do interior do Rio Grande do
Norte, localizado na Microrregião do Seridó e os sujeitos participantes foram
Professoras de uma turma de crianças de 4 e 5 anos, a Coordenadora Pedagógica e a
Gestora da instituição. A análise dos dados possibilitou sua sistematização em eixos
da organização curricular: 1. Organização de Tempo e Rotina 2. Proposta Comum e
Diversa? e 3. Atividades diárias. A análise permite compreender que a Cultura Local
atravessa, de modo restrito e superficial, as vivências cotidianas das crianças
definidas pelas práticas pedagógicas desenvolvidas. As situações que compõem o
currículo mostram-se orientadas por modelos de educação escolar numa perspectiva
prescritiva e reducionista, com poucas oportunidades de interações e brincadeira para
as crianças, de participação e exploração de linguagens, de conhecimentos, de
relações com a realidade mais ampla e, de modo especial, das singularidades de seu
contexto de vida. A organização de espaços, tempos e atividades propostas para as
crianças e por elas realizadas em seu dia a dia na instituição não considera, ou
considera de modo frágil, o entorno em sua constituição de contexto de Campo, sua
composição natural e suas práticas culturais, bem como suas significações por e para
as crianças e para a comunidade, compondo um currículo limitado em relação à
Cultura Local. Essa constatação aponta para a necessidade de formação permanente
de profissionais que atuam nessa etapa e nesses contextos específicos, de modo a
atualizar e ampliar modos de compreensão e ação mais condizentes com as
concepções teóricas e com as orientações oficiais para uma educação infantil de
qualidade – no Campo ou em qualquer contexto.

MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 6347805 - DENISE MARIA DE CARVALHO LOPES
Externa à Instituição - ELAINE LUCIANA SOBRAL DANTAS - UFERSA
Externa à Instituição - GIOVANA CARLA CARDOSO AMORIM - UERN
Externa ao Programa - 1717416 - JACYENE MELO DE OLIVEIRA ARAUJO - null
Notícia cadastrada em: 21/03/2024 11:51
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa05-producao.info.ufrn.br.sigaa05-producao