Banca de DEFESA: ROSÂNGELA MARIA ARAÚJO DA SILVA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ROSÂNGELA MARIA ARAÚJO DA SILVA
DATA : 28/03/2024
HORA: 15:00
LOCAL: Plataforma de Webconferência
TÍTULO:
O ENSINO DE HISTÓRIA NA ESCOLA NORMAL DE NATAL (1908-1923)

PALAVRAS-CHAVES:
Escola Normal; Ensino de História; Formação Cívico - patriótica

PÁGINAS: 91
RESUMO:
O presente estudo analisa o ensino de história na Escola Normal de Natal, compreendendo o período de 1908 a 1923. O recorte histórico justifica-se por ser 1908 o ano em que ocorreu a Reforma na Instrução Pública do Estado, e desta resultou na criação e abertura do Grupo Escolar Augusto Severo e Escola Normal de Natal, e 1923 ano em que a disciplina de história deixou de fazer parte da Cadeira de Geografia na Escola Normal. Ao refletir acerca dos aspectos que  subsidiam o ensino de história em uma instituição de formação professores, este estudo não se limitou apenas às questões de ordem didático-pedagógica, mas, também dialogou com aspectos mais amplos relacionados aos interesses políticos, sociais, históricos e culturais do recorte histórico proposto para análise. Tendo em vista o modelo republicano da época prezava por uma educação pautada em ideias de preceitos cívicos e patrióticos, objetivamos por meio desta investigação compreender a finalidade da disciplina de história enquanto campo de conhecimento na formação dos professores que atuariam no ensino primário. Nos arquivos de guarda a exemplo do Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Norte/ IHGRN, Arquivo Público do Estado/ APE, Arquivo do Instituto Presidente Kennedy, e Hemeroteca Digital, encontramos a documentação necessária para a investigação. Usamos como fontes principais O Regulamento
da Escola Normal (1908;1917;1922), Regimento Interno dos Grupos escolares (1908;1914), Revistas Pedagogium (1921;1923), Jornal A República (1911, 1923), Relatório de Melhoramentos Técnicos do Ensino Primário e Normal (1913), Relatórios da Instrução Pública (1908;1917). Buscamos subsídios
teórico-metodológicos a luz de autores como: Chartier (1990), Andre Chervel(1990), Sousa ( 1998;2009;2008) , Bittencourt ( 2003; 2007), os quais nos auxiliaram na compreensão das representações e uso dos documentos impressos, a história das disciplinas escolares , bem as discussões sobre a organização dos currículos escolares, e o saber histórico que perpassa a disciplina de história. Na análise e no entrecruzamento das fontes documentais, conseguimos identificar aspectos condizentes com as finalidades do ensino histórico na Escola Normal de Natal, de modo que o mesmo se articulava com o ensino proposto para a infância norte-rio-grandense. A disciplina tinha por finalidade uma educação de caráter formador a partir da construção da
identidade nacional, sobretudo a história política do Brasil.

MEMBROS DA BANCA:
Interna - 1149455 - MARIA INES SUCUPIRA STAMATTO
Presidente - ***.088.424-** - MARLUCIA MENEZES DE PAIVA - UFRN
Externa à Instituição - SARA RAPHAELA MACHADO DE AMORIM - UERN
Notícia cadastrada em: 18/03/2024 14:33
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa02-producao.info.ufrn.br.sigaa02-producao