Banca de DEFESA: LAURA MARIA DE FIGUEIREDO

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : LAURA MARIA DE FIGUEIREDO
DATA : 22/12/2023
HORA: 14:00
LOCAL: Webconferência
TÍTULO:

AS LUZES E AS PALAVRAS: Um percurso didático para a audiodescrição da iluminação teatral


PALAVRAS-CHAVES:

Audiodescrição teatral; Poética da luz no teatro; Espectadoras(es) com deficiência visual.


PÁGINAS: 177
RESUMO:

Esta pesquisa tem como objeto de estudo a audiodescrição para teatro e a linguagem da iluminação cênica. O objetivo é analisar a poética da luz teatral, enquanto uma linguagem visual de espaço-tempo, visando a elaboração de roteiros de audiodescrição. Em síntese, defendo que a compreensão destes atributos da iluminação cênica são fundamentais para a audiodescrição teatral. Para isto, apresento dois estudos que observam a luz no teatro pelos atributos de organizadora do espaço-tempo em duas encenações. A partir destes estudos, realizei uma proposta de letramento sobre a linguagem visual da luz, destinado a pessoas com e sem deficiência visual com interesse em audiodescrição. A metodologia de abordagem qualitativa, estrutura-se na perspectiva de uma pesquisa exploratória e processual, realizada em duas etapas. Na primeira, faço um levantamento dos enunciados verbais relacionados com a atuação espaço-temporal da luz, cotejados a partir do roteiro de audiodescrição para a ópera dramática clássica Rigoletto de Giuseppe Verdi, em montagem do Teatro Municipal de São Paulo em 2019, com audiodescrição de Lívia Motta, Wagner Caruso e Felipe Monteiro; e do texto dramatúrgico da comédia A Invenção do Nordeste, de Henrique Fontes e Pablo Capistrano, cuja montagem pelo Grupo Carmin de Natal/RN, em 2017, teve a direção de Quitéria Kelly. Tais encenações exemplificam as categorias de representação dramática e épico-narrativo no teatro moderno. A segunda etapa enseja a realização do curso de extensão: As luzes e as palavras: uma imersão na audiodescrição da iluminação teatral, em formato remoto, com 20 horas e trinta vagas ofertadas. No curso, a poética da luz é abordada como um conjunto semiótico que interliga espaço-tempo, mediado pelos manejos funcionais da luz nestas encenações. Os fundamentos teóricos estruturam-se nos conceitos propostos por Mikhail Bakhtin: Cronotopo (Bakhtin, 2020a); (Bakhtin, 2021) e Enunciado (Bakhtin, 2020b), para pensarmos como podem ser recriados os enunciados visuais da luz, observados como signos de espaço-tempo numa encenação. Os conceitos de Bakhtin são articulados com as proposições de Jorge Dubatti (2016), sobre o papel relevante que a atividade espectatorial implica para a interpretação dos sentidos das poiesis teatrais e dos corpos semióticos que as compõem. Os extratos cotejados dos textos relacionados com as encenações e os processos dialógicos desenvolvidos no curso de extensão, são avaliados pela exposição dos modos de compreensão desses enunciados de espaço-tempo da luz teatral, mediados pela audiodescrição. Espera-se que este estudo contribua para a ampliação da presença e da pertinência das recriações verbais desta linguagem teatral, para a fruição da plateia com deficiência visual.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - BERILO LUIGI DEIRÓ NOSELLA
Externo à Instituição - EMERSON DE PAULA SILVA
Interno - 1149574 - JEFFERSON FERNANDES ALVES
Externo ao Programa - 3230406 - JOSE SAVIO OLIVEIRA DE ARAUJO - nullInterna - ***.859.958-** - LIVIA MARIA VILLELA DE MELLO MOTTA - PUC - SP
Interna - 1714249 - MARIA APARECIDA DIAS
Notícia cadastrada em: 11/12/2023 10:01
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa07-producao.info.ufrn.br.sigaa07-producao