Banca de DEFESA: ANA KARLA FERREIRA DE SANTANA ROSA GOMES

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ANA KARLA FERREIRA DE SANTANA ROSA GOMES
DATA : 20/10/2023
HORA: 14:00
LOCAL: AUDITÓRIO DO NEPSA II
TÍTULO:

USO DAS TECNOLOGIAS DIGITAIS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO POR PROFESSORES DE EDUCAÇÃO ESPECIAL NA ESCOLA ESTADUAL PROFESSOR VARELA BARCA NO MUNICÍPIO DE NATAL/RN


PALAVRAS-CHAVES:

Prática pedagógica. TDIC. Educação Inclusiva. Ensino Médio. Professor de Educação Especial.


PÁGINAS: 126
RESUMO:

Considerando o avanço das Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação (TDIC) na sociedade contemporânea, faz-se necessário que a escola hoje se alinhe aos pressupostos da Política Nacional da Educação Especial na Perspectiva Inclusiva (BRASIL, 2008), como também das competências tecnológicas (UNESCO, 2008), promovendo assim práticas pedagógicas mais inclusivas desenvolvidas pelos professores de educação especial. Para isso, busca-se responder a seguinte questão: As Tecnologias Digitais da Informação e Comunicação (TDIC) podem vir contribuir com a prática pedagógica do professor de educação especial visando a inclusão dos estudantes PAEE no Ensino Médio? O objetivo deste trabalho consiste em analisar se as Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação (TDIC) contribuem com a prática pedagógica de professores/as de Educação Especial para inclusão dos estudantes Público-alvo da Educação Especial (PAEE) na Escola Estadual Professor Varela Barca no município de Natal/RN. Já os objetivos específicos são: 1) Descrever quais as TDIC são utilizadas pelos professores de educação especial do ensino médio em suas práticas pedagógicas; 2) Investigar como se efetiva o uso das TDIC pelos/as professores/as de educação especial do ensino médio em suas práticas pedagógicas para o desenvolvimento do processo de ensino e aprendizagem do aluno PAEE; 3) Analisar os desafios e as potencialidades do uso das TDIC nas práticas pedagógicas dos/das professores/as de educação especial do ensino médio para a inclusão dos estudantes PAEE; 4) Identificar o perfil dos professores de educação especial que atuam na sala de aula comum do Ensino Médio.  Para tanto o referencial teórico está apoiado sobre os conceitos de Educação Inclusiva, TDIC, Tecnologia Assistiva e Práticas Pedagógicas Inclusivas e dos textos da reforma do ensino médio, a Lei nº 13.415/2017, a Base Nacional Comum Curricular (BNCC/2018) e do Referencial Curricular do Ensino Médio Potiguar (2021). Para atingir os objetivos propostos, a pesquisa se apoia na abordagem de Estudo de Caso de cunho qualitativo. A técnica de coleta de dados utilizada foi a observação e a entrevista semiestruturada e individual, realizadas com cinco professores de Educação Especial que atuam na sala de aula comum no Estado do RN. Para análise dos dados utilizou os procedimentos descritos pela técnica de análise de conteúdo de Bardin (2016). Os resultados alcançados na pesquisa demostram que os professores de educação especial utilizam as TDIC para potencializar o processo de ensino e aprendizagem. Embora se deparem com fatores que dificultam o uso dessas tecnologias, como: estrutura escolar, fatores sociais e econômicos, falta de planejamento colaborativo. Portanto, espera-se que a escola democrática, tecnológica e inclusiva proponha o ensino colaborativo, possibilitando uma efetiva educação para todos.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2313711 - FLAVIA ROLDAN VIANA
Interna - 3144003 - GESSICA FABIELY FONSECA
Externo à Instituição - ALINE DE MENEZES BREGONCI - UFES
Notícia cadastrada em: 16/10/2023 09:05
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa06-producao.info.ufrn.br.sigaa06-producao