Banca de DEFESA: MARCIA JERONIMO DE SOUTO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MARCIA JERONIMO DE SOUTO
DATA : 30/08/2021
HORA: 08:30
LOCAL: Webconferência
TÍTULO:

CULTURA ESCOLAR E INCLUSÃO NA EDUCAÇÃO INFANTIL: um estudo em uma escola de aplicação


PALAVRAS-CHAVES:

Cultura escolar. Práticas pedagógicas. Inclusão. Educação Infantil. Educação.


PÁGINAS: 153
RESUMO:

A cultura escolar se expressa no conjunto de aspectos institucionalizados e no fazer pedagógico cotidiano; desvela-se entre os saberes explícitos e implícitos dos atores participantes da comunidade escolar. Nesse sentido, investiga-se as concepções dos docentes e da gestão sobre a cultura escolar no âmbito das práticas inclusivas desenvolvidas no Núcleo de Educação da Infância (NEI), a escola de aplicação do Centro de Educação (CE) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Trata-se de uma pesquisa de caráter descritivo-exploratório, qualitativo, do tipo história oral temática. Participaram do estudo 8 professoras e 1 representante da gestão, totalizando 9 participantes. Realizou-se entrevistas semiestruturadas, que aconteceram de modo remoto, através de videoconferência, por plataforma digital. Os dados foram analisados através do método de Análise de Conteúdo. Através das análises das entrevistas emergiram-se cinco categorias: 1) A caracterização pedagógica e administrativa do NEI; 2) Organização curricular do NEI e sua relação com práticas pedagógicas inclusivas; 3) O papel da gestão para a promoção de práticas pedagógicas que valorizem as diferenças culturais e as práticas inclusivas; 4) A pandemia da COVID-19 e o desvelamento de desigualdades: limites e possibilidades de práticas inclusivas no contexto do ensino remoto; 5) Concepções das professoras sobre a cultura escolar inclusiva na instituição. A organização curricular do NEI é alicerçada em uma ação pedagógica que ocorre orientada por um modelo de ensino caracterizado pela resolução de problemas em que a relação dialógica e a escuta sensível constituem a base da relação docente-crianças. Identificou-se que a pandemia da COVID-19 provocou diversas dificuldades e obstáculos na educação infantil, ficando claro para as professoras a importância de se apurar o olhar para a identificação das necessidades educativas especiais surgidas nesse cenário. Através das concepções das docentes e da gestão escolar, e ainda, com base nas normativas institucionais e referenciais educacionais, o NEI foi caracterizado como uma escola que apresenta a inclusão de maneira transversal, sendo a cultura escolar inclusiva evidenciada através das políticas, do currículo, da estrutura e das práticas pedagógicas desenvolvidas na instituição.


MEMBROS DA BANCA:
Interna - 2313711 - FLAVIA ROLDAN VIANA
Interna - 3144003 - GESSICA FABIELY FONSECA
Interna - 1714249 - MARIA APARECIDA DIAS
Presidente - 1756133 - RITA DE CASSIA BARBOSA PAIVA MAGALHAES
Externa à Instituição - SINARA MOTA NEVES DE ALMEIDA - UNILAB
Externa à Instituição - SONIA LOPES VICTOR - UFES
Notícia cadastrada em: 20/08/2021 15:06
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa08-producao.info.ufrn.br.sigaa08-producao