Banca de DEFESA: ROBÉRIO NUNES MAIA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ROBÉRIO NUNES MAIA
DATA : 07/05/2021
HORA: 09:00
LOCAL: Google Meet
TÍTULO:

Nos litorais dos desejos: (in)visibilidades das sexualidades dissidentes na Educação Profissional


PALAVRAS-CHAVES:

Educação Profissional; Corpo; Sexualidades dissidentes; Cinema; Formação Humana Integral.


PÁGINAS: 231
RESUMO:

O presente trabalho, desenvolvido no Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGEd) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), objetiva desvelar, a partir do cinema, os lugares das sexualidades dissidentes na proposta pedagógica da Educação Profissional (EP). Para tanto, pretendemos (i) perceber como o corpo e a sexualidade juvenis se situam no Projeto Pedagógico da Educação Profissional; (ii) problematizar as interfaces entre o currículo integrado e as demandas subjetivas relativas ao corpo e à sexualidade no contexto institucional; e, por fim, (iii) visibilizar, por meio do cinema, as articulações existentes entre as sexualidades dissidentes e a formação humana integral preconizada pela Educação Profissional. O fenômeno em questão é investigado à luz do referencial teórico dos estudos de gênero e sexualidade, em diálogo com teóricos da Educação Profissional. A abordagem metodológica da pesquisa é qualitativa, de natureza exploratória. Nesse sentido, inicialmente, através de um estado da arte, identificamos uma lacuna existente no campo epistemológico da Educação Profissional: a inexpressiva quantidade de estudos sobre corpo e sexualidade nessa modalidade educativa. Após esse momento, analisamos leis e documentos institucionais referentes à proposta pedagógica da Educação Profissional. Em seguida, identificamos a existência de situações de sofrimento vinculadas às questões de gênero e sexualidade recebidas pelos setores de Assistência Estudantil e de Psicologia do IFRN. Estes três movimentos prévios ajudaram-nos a compor o corpus da pesquisa, constituído por três filmes: Corpo Elétrico (2017); Ferrugem (2018); Moonlight: sob a luz do luar (2017). Como estratégia metodológica para análise fílmica e como modo de ampliação dos olhares sobre o problema estudado, empregamos a Ficha de Análise Fílmica, debruçandonos sobre as categorias  e análise a seguir: corpo e educação; corpo e sexualidade; corpo e trabalho. A pesquisa contribuiu para identificar as lacunas existentes quanto às questões de corpo e sexualidade dissidentes no campo epistemológico da EP, bem como para identificar a ausência dessas questões no PPP do IFRN, que as integra de maneira generalista na categoria “diversidade”. Assim, a Assistência Estudantil apresenta-se como lugar privilegiado da escuta desses sujeitos, desvelando inúmeros fazeres e práticas que integram as questões postas pelo currículo integrado e pelo currículo oculto, chegando a lacunas não alcançadas pelo currículo formal.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1645961 - ALLYSON CARVALHO DE ARAUJO
Presidente - 057.871.164-88 - AVELINO ALDO DE LIMA NETO - IFRN
Interno - 2310142 - AZEMAR DOS SANTOS SOARES JUNIOR
Externa à Instituição - FRANCINAIDE DE LIMA SILVA NASCIMENTO - IFRN
Externo à Instituição - IRAQUITAN DE OLIVEIRA CAMINHA - UFPB
Notícia cadastrada em: 22/04/2021 15:19
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa04-producao.info.ufrn.br.sigaa04-producao