Banca de DEFESA: RAPHAEL RAMOS DE OLIVEIRA LOPES

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : RAPHAEL RAMOS DE OLIVEIRA LOPES
DATA : 28/02/2020
HORA: 09:00
LOCAL: Auditório VER - Departamento de Educação Física - UFRN
TÍTULO:

CINEDUC: RELAÇÕES FENOMENOLÓGICAS ENTRE CORPO, CINEMA E EDUCAÇÃO


PALAVRAS-CHAVES:

Corpo, Fenomenologia, Educação Fenomenológica, Cinema, Merleau-Ponty.


PÁGINAS: 258
RESUMO:

O cinema nos torna Protagonistas de uma educação fenomenológica. Essa tese se confirma a partir da criação do Projeto Cineduc: Corpo, Fenomenologia e Educação, que diferencia a percepção de jovens adolescentes do ensino médio, apresentando filmes sobre a cultura jovem. A pesquisa visa compreender o cinema como um fenômeno capaz de ampliar os horizontes da compreensão educacional, por meio de uma educação fenomenológica, a partir dos olhares dos jovens Protagonistas do CINEDUC; além disso,  objetivamos também investigar como a experiência empática desses sujeitos na experiência cinemática pode contribuir para a compreensão estética e sensível do olhar e do ver, identificando os elementos relacionados à intercorporeidade, imagem corporal e esquema corporal para a expressão do corpo.  A atitude fenomenológica do filósofo Merleau-Ponty surge como aporte metodológico desse estudo, tendo a variação imaginativa como estratégia da redução fenomenológica. A análise dos dados foi feita por meio de um roteiro de pesquisa previamente elaborado. Nele, os estudantes foram perguntados sobre como as sensações suscitadas no filme os tocou, além de como as imagens, as cenas e as percepções advindas da experiência do cinema se relaciona com o seu cotidiano. Os diálogos dos jovens protagonistas foram feitos após cada sessão, sendo todos esses momentos gravados por uma câmera. Além disso,  eles foram orientados a criar seus depoimentos pela escrita, nos quais contam como a experiência do Cineduc deu à refletir sobre o seu contexto vivido. As noções temáticas do nosso estudo servem tanto para nortear a Ficha de Anáise dos filmes, como também os depoimentos obtidos na experiência fílmica dos adolescentes. As noções temáticas da pesquisa foram: Olhar e Ver. A educação fenomenológica proposta pelo olhar dos Protagonistas do CINEDUC corresponde a uma comunhão de corpos, sensações, afetos. A tese de que o cinema transfigura o mundo dos sujeitos por meio da educação fenomenológica perpassa, sobremaneira, pela compreensão de ser-no-mundo, do corpo como um protagonista que se tensiona em direção ao mundo e aos outros para se construir, recriar-se. Por fim, uma educação fenomenológica é também uma educação intercorpórea, pois os filmes exigem que o espectador elabore o sentido, que abra o espaço para a sua própria transformação e de sua relação com o mundo.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1049922 - TEREZINHA PETRUCIA DA NOBREGA
Interno - 1149620 - JOSE PEREIRA DE MELO
Interna - 1038320 - KARENINE DE OLIVEIRA PORPINO
Externo ao Programa - 069.166.854-09 - LUIZ ARTHUR NUNES DA SILVA - UFRN
Externa à Instituição - ANA CRISTINA ZIMMERMANN - USP
Externo à Instituição - RAIMUNDO NONATO ASSUNCAO VIANA - UFMA
Notícia cadastrada em: 06/02/2020 10:52
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa09-producao.info.ufrn.br.sigaa09-producao