Banca de DEFESA: HUGO MANSO JUNIOR

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : HUGO MANSO JUNIOR
DATA : 03/08/2017
HORA: 09:00
LOCAL: Sala de Multimeios II
TÍTULO:

CONTEXTO POLÍTICO DA NOVA INSTITUCIONALIDADE PÓS 2008 NO CAMPUS NATAL – CENTRAL DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE - IFRN


PALAVRAS-CHAVES:

Educação Profissional; Institutos Federais; Contexto Político.


PÁGINAS: 93
RESUMO:

Esse trabalho de dissertação de mestrado busca apresentar o cenário político que levou Luiz Inácio Lula da Silva à presidência da República (2003-2010), iniciando sua análise nos efeitos da dupla revolução do século XVIII na Europa segundo observaHobsbawm, (1981).

O ano de 1808 se coloca no texto como marco zero da pesquisa bibliográfica e de análise documental, que tem por objeto investigar a contextualização política da nova institucionalidade pós 2008 no Campus Natal – Central do IFRN. O texto dialoga com autores brasileiros, em especial com Saviani, Freire, Pacheco, Moura e Domingos Sobrinho,nos temas da educação, do trabalho e da profissionalização, ao mesmo tempo que faz uma retrospectiva da legislação brasileira no período.

Contextualiza-se a história da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica iniciada em 1909,há cem anos de distância da chegada da família real portuguesa no Brasil, bem como de 2008, ano em que 31 Centros Federais de Educação Tecnológica (CEFET’s), 75 Unidades Descentralizadas de Ensino (UNeD’s), 39 Escolas Agrotécnicas, 7 Escolas Técnicas Federais e 8 Escolas Vinculadas a Universidades deixaram de existir para formar os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia.

O cenário que antecede a nova institucionalidade é de disputas políticas e eleitorais. Com o fim da ditadura militar (1964-1985), as forças políticas com origem nos movimentos democráticos e populares,vencem as eleições presidenciais em 2002, em aliança com setores do empresariado brasileiro. Com a vitória e a posse do novo governo, o ambiente neoliberal que instalou-se no país no década de 1990 passa a ter um questionamento mais qualificado, menos sindical e mais amplo socialmente.

Percorridos os objetivos, afirmar-se que o contexto político da nova institucionalidade decorrente da Lei n° 11.892 de 29 de dezembro de 2008 é de crise e de disputas. Crise do modelo neoliberal de dominação econômica e ideológica no plano internacional e profundas disputas que apesar do governo haver retardado os efeitos da crise econômica e implementado a expansão da Rede Federal para além de 2008 e mantido o projeto do novo governo com a eleição de sua sucessora Dilma Rousseff (2010-2016) oambiente de conflito com os interesses liberais e conservadores presentes na coalizão e na sua base de sustentação parlamentar levaram ao golpe de maio de 2016.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 926826 - ADIR LUIZ FERREIRA
Interno - 333491 - BETANIA LEITE RAMALHO
Externo à Instituição - JOSÉ MOISÉS NUNES DA SILVA - IFRN
Externo à Instituição - MARIA DAS GRAÇAS BARACHO - IFRN
Presidente - 1149636 - MOISES DOMINGOS SOBRINHO
Notícia cadastrada em: 01/08/2017 09:28
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa01-producao.info.ufrn.br.sigaa01-producao