Banca de DEFESA: LUCIA DA FATIMA DA CUNHA

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LUCIA DA FATIMA DA CUNHA
DATA: 25/02/2014
HORA: 09:00
LOCAL: MULTIMEIOS 02/CENTRO DE EDUCAÇÃO
TÍTULO:

ATENÇÃO, CONSCIÊNCIA E PRÁTICA PEDAGÓGICA: UM ESTUDO DE SUAS
INTERCONEXÕES


PALAVRAS-CHAVES:

Atenção. Consciência. Aprendizagem. Reflexão. Colaboração.


PÁGINAS: 191
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Educação
RESUMO:

Discute-se nesta tese intitulada Atenção, Consciência e Prática Pedagógica: Um
Estudo de suas Interconexões a relação entre desenvolvimento da atenção e da consciência e
sua conexão com a prática pedagógica de uma professora que atua 4º ano do Ensino
Fundamental. Têm como objetivo investigar a relação entre o desenvolvimento da atenção e
da consciência e a prática pedagógica da referida professora e mais especificamente
compreender os procedimentos psíquicos implicados no desenvolvimento da atenção e da
consciência; viabilizar condições para a efetivação de uma ação pedagógica que possibilite
esse desenvolvimento em termos da atenção concentrada e dos estados de consciência dos
alunos analisando suas inter-relações. O lócus desta pesquisa é uma escola da zona sul de
Natal/RN. A turma investigada tem 25 alunos na faixa etária entre 8 a 12 anos. Os alunos são
provenientes da Vila de Ponta Negra e Conjunto Pirangi - Neópolis. As atividades da escola
são desenvolvidas em consonância com o Projeto Político Pedagógico. Utilizou-se como
metodologia a pesquisa colaborativa, por fornecer elementos para a investigação como
estratégia de formação e desenvolvimento, a coprodução de conhecimentos, e a mudança da
prática educativa por meio de processos reflexivos realizados por intermédio da colaboração e
reflexão crítica entre os partícipes. Para construção empírica, usamos os seguintes elementos
procedimentais: reunião, planejamento, diagnóstico da atenção e da consciência, ciclo de
estudos reflexivos, observação colaborativa e sessões reflexivas com as partícipes e com os
alunos. O diagnóstico da atenção efetivou-se através de um jogo. Sua finalidade foi apreender
o estágio em que os alunos se encontravam em relação ao desenvolvimento da atenção sua
elaboração foi baseada no estudo proposto por Luria (1991). Quanto o diagnóstico da
consciência tomou-se como referencia os estudos de Burlatski (1987), Pinto (1960a, 1960b),
Rubinstien (1973), Leontiev (1978) e outros que discutem essa temática. Como método de
análise recorreu-se ao materialismo histórico dialético, pela possibilidade de identificar, analisar e
explicar às contradições geradas no processo. Nos procedimentos de análise elaborou-se
algumas categorias como também recorreu-se as já usadas por outros autores objetivando
compreender o processo reflexivo crítico colaborativo evidenciando a formação de conceitos
e da prática pedagógica da partícipe e suas relações com o desenvolvimento das funções e do
processo psíquico dos alunos, isto é, da atenção e da consciência. Em relação ao processo
reflexivo recorremos às categorias: reflexão técnica, reflexão crítica e reflexão prática. Em se
tratando da analise dos conceitos utilizou-se Ferreira (2003), a descrição, caracterização,
definição e conceituação. E para o processo colaborativo a colaboração crítica, acrítica técnica
e prática. Na prática pedagógica utilizou-se as categorias: prática docente repetitiva,
heterogênea e reflexiva crítica. Durante a observação colaborativa ficou evidente a
predominância da prática heterogênea, pois a partícipe busca solução imediata para as
situações-problemas, assim como momentos de reflexão, seja da modalidade técnica, prática,
crítica como também a preocupação em interagir com os alunos, as mudanças qualitativas, o
aprofundamento do conhecimento, a renovação e a transformação da atividade docente.
Nesse processo a reflexão colaborativa mostrou-se uma estratégia eficaz de desenvolvimento
da consciência dos alunos, pois, por meio de sessões reflexivas, os alunos puderam
compreender que aprendizagem é um processo de construção e que é preciso estar atento para
que o seu desenvolvimento ocorra.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1149623 - FRANCISCO CLAUDIO SOARES JR
Interno - 1149344 - MARCIA MARIA GURGEL RIBEIRO
Presidente - 345843 - MARIA SALONILDE FERREIRA
Interno - 349752 - ROSALIA DE FATIMA E SILVA
Notícia cadastrada em: 04/02/2014 17:34
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa08-producao.info.ufrn.br.sigaa08-producao