Banca de QUALIFICAÇÃO: MARIA TATIANY DUARTE DE OLIVEIRA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MARIA TATIANY DUARTE DE OLIVEIRA
DATA: 18/12/2012
HORA: 14:00
LOCAL: Auditório do Departamento de Geologia da UFRN
TÍTULO:

PETROLOGIA DOS GRANITÓIDES EDIACARANOS DA REGIÃO DE TAIPU E POÇO BRANCO NO DOMÍNIO RIO GRANDE DO NORTE DA PROVÍNCIA BORBOREMA


PALAVRAS-CHAVES:

Petrologia, Granitóides Ediacaranos, Geoquímica, Plúton Taipú,Plúton Pitombeira, Plúton Gameleira, Litogeoquímica. 


PÁGINAS: 35
GRANDE ÁREA: Ciências Exatas e da Terra
ÁREA: Geociências
RESUMO:

Este trabalho tem como finalidade apresentar a situação atual dos estudos realizados pela autora para o curso de mestrado do Programa de Pós-graduação em Geodinâmica e Geofísica (PPGG) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). O objetivo principal é fazer um estudo petrológico comparativo com base em informações petrográficas (definição de assembleias minerais e composição modal) e litogeoquímica para os plútons Taipu, Gameleira e Pitombeira. Estes corpos estão situados na região entre as cidades de Taipu e Poço Branco no extremo NE do Estado do Rio Grande do Norte, e geológicamente inseridos no Domínio Rio Grande do Norte da Província Borborema, estando este domínio associado ao Terreno São José do Campestre. Este seminário aborda uma breve revisão quanto aos aspectos de campo e petrográficos desses granitóides, e um enfoque essencial quanto a geoquímica de elementos maiores dos mesmos.

O tratamento dos dados geoquímicos envolveu a execução da norma CIPW, e a utilização de diferentes diagramas discriminantes de séries/associações magmáticas. Com base nos normativos CIPW verifica-se que as rochas desse plutons variam composicionalmente de quartzo-monzodioritos a granodioritos (pluton Gameleira) a monzogranitos (plutons Pitombeira e Taipú). No contexto de aluminosidade elas transicionam entre metaluminosas (principalmente as rochas do pluton Gameleira) a peraluminosas (Taipú e Pitombeira), e nos diversos diagramas discriminantes geoquímicos o conjunto de amostras mostra afinidades com rochas de associações subalcalinas/cálcioalcalinas de alto potássio (plutons Taipú e Pitombeira) a cálcio alcalinas (pluton Gameleira). Em resumo, os diversos diagramas mostram que são claras as diferenças entre as rochas do plúton Gameleira e as dos demais corpos ígneos, sugerindo dessa forma fontes e/ou processos evolutivos distintos para os magmas desses granitóides.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 080.368.454-15 - ANTONIO CARLOS GALINDO - UFRN
Interno - 1513243 - MARCOS ANTONIO LEITE DO NASCIMENTO
Interno - 350630 - ZORANO SERGIO DE SOUZA
Notícia cadastrada em: 13/12/2012 08:52
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa09-producao.info.ufrn.br.sigaa09-producao