Banca de DEFESA: THALES EDUARDO SILVA DE JESUS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: THALES EDUARDO SILVA DE JESUS
DATA: 27/04/2012
HORA: 10:00
LOCAL: LABORATÓRIO DE GEOLOGIA E GEOFÍSICA DO PETRÓLEO
TÍTULO:

Imageamento Digital de Paleocavernas Colapsadas com Georadar


PALAVRAS-CHAVES:

Paleocaverna Colapsada (Collapsed Paleocave), GPR, Afloramento Análogo, Modelo de Sólido Digital


PÁGINAS: 46
GRANDE ÁREA: Ciências Exatas e da Terra
ÁREA: Geociências
RESUMO:

Nesse trabalho são apresentados os procedimentos metodológicos envolvidos no imageamento digital de paleocavernas colapsadas, que ocorrem em tufas carbonáticas, situadas na borda oeste da Bacia Potiguar. Foi mapeada uma área em Quixeré (CE) e selecionado um afloramento na rodovia CE-377, denominado de Afloramento Quixeré. Em uma porção desta área foi confeccionado um fotomosaico e levantada uma seção-teste, com o GPR, para a comparação e parametrização das geometrias cársticas (aflorantes e as imageadas na linha geofísica).  Os resultados foram satisfatórios e permitiram a adoção de critérios para a interpretação das paleocavernas colapsadas nas outras seções GPR, levantadas na região do afloramento. Foram adquiridas duas malhas de linhas GPR, a primeira mais ampla e espaçada norteou a locação da segunda, mais adensada, na porção sul do Afloramento Quixeré. Nos radargramas foram interpretadas e parametrizadas as geometrias das principais paleocavernas colapsadas. Para cada malha foi elaborado um modelo de sólido digital do Afloramento Quixeré, sendo que o primeiro modelo permitiu o reconhecimento distribuição geral das tufas e a localização das paleocavernas colapsadas, enquanto o segundo modelo digital, por ser mais detalhado, possibilitou não apenas a individualização 3D das principais paleocavernas mas também o cálculo dos seus respectivos volumes. Os modelos de sólidos digitais são aqui apresentados como uma nova fronteira no estudo de afloramentos análogos a reservatórios (hídricos ou petrolíferos), na qual a parametrização e a caracterização volumétrica dos corpos geológicos passam a ser fundamental para compor bancos de dados, que conjuntamente com informações de propriedades petrofísicas serão utilizados em simulações computacionais mais realísticas de reservatórios.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - CLÁUDIO PIRES FLORÊNCIO - PETROBRAS
Interno - 1315614 - DAVID LOPES DE CASTRO
Presidente - 1161652 - FRANCISCO PINHEIRO LIMA FILHO
Notícia cadastrada em: 26/04/2012 08:51
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa11-producao.info.ufrn.br.sigaa11-producao