Banca de QUALIFICAÇÃO: DHULYA RAFAELLY DAS CHAGAS ROCHA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : DHULYA RAFAELLY DAS CHAGAS ROCHA
DATA : 23/09/2022
HORA: 08:30
LOCAL: videoconferência
TÍTULO:

Caracterização e Evolução de Sistemas de Ilhas Barreiras Tropicais no Litoral Setentrional do Estado do Rio Grande do Norte, NE do Brasil


PALAVRAS-CHAVES:

Testemunhos; Ilhas barreira; Pontais arenosos; Sequência Sedimentar.


PÁGINAS: 60
RESUMO:

A costa norte do estado do Rio Grande do Norte é classificada como uma costa tropical de energia mista e apresenta uma dinâmica costeira bastante intensa. Dentro desse contexto se destaca a presença de sistema de ilhas barreiras – pontais arenosos, que são corpos arenosos dispostos paralelamente à linha de costa, que isolam áreas protegidas do impacto do mar aberto. Esses corpos estão restritos ao litoral setentrional e se encontram limitados por dois sistemas de falhas principais, os sistemas de Carnaubais e Afonso Bezerra. Os sistemas de ilhas barreiras-pontais arenosos destacam-se por apresentarem em seu lado marinho e terrestre diferentes depósitos sedimentares. Nessa perspectiva, a caracterização e análise desse sistema, tendo o conhecimento sobre os processos que atuam nestes ambientes e sua configuração sedimentar/estratigráfica é de suma importância tanto para estudos ambientais como de análogos de reservatórios. O presente estudo tem então como principal objetivo a caracterização dos sistemas de ilhas barreiras tropicais do litoral setentrional do estado, próximo a cidade de Macau/RN, com aplicações a análogos de reservatórios de petróleo e ao meio ambiente, com foco na sua sequência vertical. A pesquisa conta com dados de granulometria, perfil de raios gama, teor de carbonato de cálcio e de matéria orgânica de 27 testemunhos de material sedimentar coletados pelo método de testemunhagem por vibração. A partir da caracterização e análises realizadas nos sedimentos recuperados, foi possível reconhecer diferentes subambientes encontrados em um sistema de ilha barreira, como depósitos de praia/ilha barreira, canal e planície de maré. Os resultados podem ser utilizados como ferramenta para a correlação com análogos aos reservatórios da Bacia Potiguar, ou de outras bacias com características genéticas semelhantes, bem como para o entendimento das mudanças ambientais ocorridas durante o Quaternário.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - CLEVERSON GUIZAN SILVA - UFF
Presidente - 2218779 - HELENICE VITAL
Externo à Instituição - LUCIANO HENRIQUE DE OLIVEIRA CALDAS - PETROBRAS
Notícia cadastrada em: 13/09/2022 14:53
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa07-producao.info.ufrn.br.sigaa07-producao