Banca de QUALIFICAÇÃO: FRANCIELLY SOARES DE SÁ

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : FRANCIELLY SOARES DE SÁ
DATA : 17/12/2020
HORA: 09:00
LOCAL: https://meet.google.com/kmg-pjdf-yxe
TÍTULO:

Evolução Tectono-Estratigráfica da Seção Cretácea, Bacia do
Grajaú, Nordeste do Brasil


PALAVRAS-CHAVES:

Margem Equatorial Brasileira; Bacia do Grajaú; Caracterização Sedimentológica e Estratigráfica.


PÁGINAS: 25
RESUMO:

O Cretáceo se destaca como um período geológico com grande significado científico e econômico em diferentes bacias sedimentares do mundo. No entanto, ainda existem regiões nas quais os conhecimentos são insatisfatórios em temas fundamentais, como a reconstrução paleoambiental e o entendimento sobre o arcabouço tectônico e estratigráfico das bacias cretáceas. Este trabalho explora a caracterização, do ponto de vista tectônico-estrutural, das sequências que preenchem a Bacia do Grajaú, à luz da estratigrafia de sequências e da sua relação com os estágios de evolução das bacias da Margem Equatorial. É conferida ênfase na análise nas unidades estratigráficas das formações Grajaú e Codó, e o Grupo Itapecuru. Este estudo objetiva propor reconstruções paleoambientais que possam contribuir com os modelos deposicionais já existentes para a Bacia do Grajaú, além de caracterizar estruturas que afetaram ou controlaram a deposição, e o contexto regional desses eventos tectônicos. No segundo semestre de 2019, duas etapas de campo foram realizadas, no total de 30 dias. Foram visitados um total de 280 afloramentos distribuídos por todo Estado do Maranhão e na porção nordeste do Estado do Pará. Este trabalho apresenta uma caracterização sedimentológica e estratigráfica de 26 importantes afloramentos estudados nessa bacia. Duas tabelas com descrições de fácies são apresentadas, conforme definidas por Cunha et al. (2019). A Seqüência A compreende as fácies equivalentes aos depósitos das formações Codó e Grajaú, enquanto que a Seqüência B contém as fácies correspondentes aos depósitos do Grupo Itapecuru. Para a caracterização apresentada, foi realizado um amplo levantamento bibliográfico em relação à descrição e associação de fácies sedimentares para os depósitos estudados. Essa etapa inicial de trabalho é fundamental para o reconhecimento dos estratos, servindo como premissa e input para as próximas etapas que serão realizadas


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 346469 - EMANUEL FERRAZ JARDIM DE SA
Interna - 1149363 - VALERIA CENTURION CORDOBA
Externa ao Programa - 277437 - MARCELA MARQUES VIEIRA
Notícia cadastrada em: 07/12/2020 16:14
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa04-producao.info.ufrn.br.sigaa04-producao