Banca de DEFESA: ANDRESSA LIMA FERREIRA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ANDRESSA LIMA FERREIRA
DATA : 23/11/2020
HORA: 08:30
LOCAL: Videoconferencia - https://cutt.ly/6fcqwHK
TÍTULO:

ARQUITETURA SÍSMICA DO SISTEMA DE CANAIS DE MARÉ GALINHOS-GUAMARÉ (NE DO BRASIL) COMO EVIDÊNCIA ÀS VARIAÇÕES DO NÍVEL DO MAR HOLOCÊNICO


PALAVRAS-CHAVES:

SISMOFÁCEIS; MARGEM EQUATORIAL; SÍSMICA DE ALTA RESOLUÇÃO; NÍVEL DO MAR; ILHAS BARREIRAS; PONTAL ARENOSO; PALEOCANAIS.


PÁGINAS: 131
RESUMO:

Esse estudo visa reconstruir a estratigrafia sísmica de um sistema de canais de maré tropical através da interpretação de dados de sísmica rasa associado a testemunhos por vibração. Para tanto fez-se necessário o reconhecimento dos limites cronoestratigráficos, dos padrões de terminações dos refletores sísmicos, da análise das fáceis sísmicas e da geometria externa dos pacotes. Esse sistema raso, com profundidade máxima da ordem de 10m, está localizado na costa norte do estado do Rio Grande do Norte – Brasil, tendo se desenvolvido a partir de um sistema de ilhas barreiras-pontal arenoso (~5900 BP) em um litoral dominado por maré, com regime de mesomarés semidiurna. Foram coletados 42km de dados sísmicos de alta resolução, com espaçamento médio de 30m, utilizando a fonte sísmica Chirp (0,5kHz-7kHz). Os dados foram processados utilizando os softwares ReflexWin e Petrel. A análise sísmica permitiu identificar cinco sismofáceis. A unidade basal (U01) foi formada em um ambiente de baixa energia com espessura variando entre ~1,4 a 3,5m. A unidade U02 índica um ambiente de alta energia, apresenta espessura média entre 1,4m a 3,5m. A unidade U03 representa um ambiente de energia moderada com espessura média entre ~ 0,35m a 2,45m. A superfície mais rasa (SF05) se encontra a ~ 14m de profundidade do nível do mar atual. As duas unidades mais novas (U04 e U05) são similares, apresentam as menores espessuras e características de agradação, formadas em um ambiente de baixa energia. A análise e interpretação indicam novas descobertas, especificamente (1) que a formação dos paleocanais localizados no atual spit pode ter sido iniciada antes do Holoceno médio; (2) que o fechamento dos paleocanais e formação do spit ocorreram entre a formação da unidade U03 e U04; (3) que existia uma rede de canais pré-existentes com configuração distinta da atual formados pela U02 e U03; (4) que o paleocanal de maré Pisa Sal está ativo desde a formação da unidade U01; (5) que a configuração atual do sistema está ativa desde a formação na unidade U03 ou seja desde o fechamento dos paleocanais; (6) as unidades U04 e U05 são formadas por depósitos de planície de maré.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2218779 - HELENICE VITAL
Externo à Instituição - LUIZ ANTONIO PEREIRA DE SOUZA - IPT-SP
Externa à Instituição - MARY LUCIA DA SILVA NOGUEIRA - UFES
Notícia cadastrada em: 17/11/2020 16:58
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa13-producao.info.ufrn.br.sigaa13-producao