Banca de QUALIFICAÇÃO: JOSÉ PAULO DE MELO GOULART

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : JOSÉ PAULO DE MELO GOULART
DATA : 14/12/2018
HORA: 08:30
LOCAL: Auditório do Departamento de Geologia
TÍTULO:

CARACTERIZAÇÃO DE CHAMINÉS DE GÁS NA BACIA DO PARNAÍBA: UMA NOVA FERRAMENTA EXPLORATÓRIA


PALAVRAS-CHAVES:

Processamento Sísmico; Chaminé de Gás; Indicadores de Hidrocarbonetos; Lineamento Trasnbrasiliano; Bacia do Parnaíba


PÁGINAS: 25
RESUMO:

Um processamento especial de Expansão do Espectro de Frequência para identificação de chaminés de gás, foi aplicado nas linhas sísmicas da Bacia do Parnaíba. Foi constatado uma abundância de chaminés de gás que estão sendo estudadas e se tornando uma poderosa ferramenta exploratória principalmente para bacias de fronteira que as possuam. As chaminés de gás se constituem de perturbações caóticas verticais e de baixa frequência, presentes no dado sísmico, que são interpretadas como sendo devidas à migração de fluidos ou gás livre. O processamento sísmico padrão não favorece o reconhecimento das chaminés de gás, uma vez que sua assinatura sísmica característica é tratada como ruído e as baixas frequências são fortemente atenuadas já no período da aquisição sísmica. Para recuperar este conteúdo do dado sísmico, o novo fluxo de processamento calcula o traço sísmico complexo e, no Domínio de Hilbert, faz uma extrapolação para as frequências harmônicas e sub-harmônicas do espectro de frequência do sinal sísmico medido. O conjunto de reflexões, assim calculado, realça as baixas frequências do sinal sísmico, tornando as chaminés de gás bastante visíveis nas seções sísmicas onde antes não eram nem percebidas. A nova metodologia aplicada nas linhas sísmicas da Bacia do Parnaíba conseguiu, portanto, caracterizar com segurança as chaminés de gás, reduzir os riscos exploratórios através do seu estudo e chegar até a sugerir fortemente a existência de um novo sistema petrolífero associado aos depósitos pré-silurianos presentes nos grábens da bacia. As chaminés de gás puderam também ser validadas pela observação de feições sísmicas e topográficas. Foi realizada uma montagem de exemplos da expressão sísmica das chaminés de gás, reveladas através desta metodologia e feita uma associação de sua origem com as falhas regionais como o Lineamento Transbrasiliano (LTB). Também foram desenvolvidos modelos e gerada uma tabela, para a classificação dos plays exploratórios associados as chaminés de gás de acordo com as suas probabilidades de sucesso. Tudo isto aponta na direção de um alto potencial para descobertas, em termos de pesquisa de hidrocarbonetos, nesta bacia considerada de fronteira em termos exploratórios.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - CARLOS ALBERTO POLETTO - PETROBRAS
Interno - 1315614 - DAVID LOPES DE CASTRO
Externo ao Programa - 219.901.818-05 - YOE ALAIN REYES PEREZ
Notícia cadastrada em: 04/12/2018 09:52
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa04-producao.info.ufrn.br.sigaa04-producao