Banca de DEFESA: LUCAS MIGUEL GOMES NUNES

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : LUCAS MIGUEL GOMES NUNES
DATA : 07/06/2016
HORA: 09:00
LOCAL: DGEF
TÍTULO:

Influência da estruturação regional na avaliação de reservas hidrogeológicas do Aquífero Barreiras - área do baixo curso do Rio Maxaranguape-RN.

 


PALAVRAS-CHAVES:

 reservas hidrogeológicas, espessura saturada, compartimentação estrutural, análise morfotectônica, modelos geoelétricos, Bacia do Rio Maxaranguape-Brasil.

 


PÁGINAS: 100
RESUMO:

O alvo da presente pesquisa é a região do baixo curso do Rio Maxaranguape, localizado no litoral leste do Estado do Rio Grande do Norte e, particularmente, no domínio hidrogeológico do Aquífero Barreiras. Este trabalho teve como principal objetivo analisar a influência da estruturação regional na geometria do aquífero na área de estudo (considerando a ocorrência de variações de sua espessura), com intuito de efetuar o cálculo otimizado das reservas hidrogeológicas locais na referida área.

A metodologia adotada foi fundamentada na utilização de técnicas de análise morfotectônica, litoestratigráfica em correlações de perfis de poços, hidrogeológica e geoelétrica (Sondagem Elétrica Vertical - SEV). O método geofísico da eletrorresistividade foi adotado a fim de inferir valores de espessura do aquífero e profundidade do topo do embasamento hidrogeoelétrico. Foram realizadas 17 SEV com abertura máxima de AB=1200m (arranjo Schlumberger), distribuídas de forma a cobrir toda a área de estudo, buscando assim, suprir a falta de informações nas regiões onde não havia a presença poços. Integrado às SEVs, dados hidroestratigráficos/litológicos de 21 perfis de poços tubulares foram utilizados, 5 perfis hidrogeofísicos foram gerados para definição de rejeitos de falha, bem como realizada uma análise geomorfológica, que visou a caracterização estrutural da área com ênfase na compartimentação do aquífero. A análise geomorfológica foi realizada utilizando-se dados topográficos (SRTM - Shuttle Radar Topography Mission) e hidrográficos, subsidiando a caracterização estrutural, tendo em vista a não ocorrência de afloramentos com critérios cinemáticos. Os dados topográficos são apresentados na forma de um mapa de anomalias topográficas residuais e definição de lineamentos topográficos. Os dados hidrográficos ressaltam direções preferenciais dos canais fluviais e anomalias dessa rede hidrográfica, na forma de deflexões abruptas das drenagens e alinhamentos de outras feições superficiais tais como nascentes. Os resultados dessa análise possibilitaram a elaboração de um mapa de lineamentos morfotectônicos, dispostos segundo as direções predominantes NE e NW. Perfis hidrogeofísicos, obtidos a partir de modelos geoelétricos inversos e informações de poços, foram elaborados de forma a interceptar tais lineamentos, enfatizando valores de espessuras saturadas variando de 19 a 66 metros, caracterizando alguns desses lineamentos como falhas.

            A avaliação das reservas hidrogeológicas locais foi efetuada considerando-se 18 subáreas, associadas a blocos resultantes da compartimentação estrutural. Nesse contexto, as reservas de saturação são da ordem de 8,7x108 m3, adotando-se espessuras saturadas médias para cada subárea e porosidade efetiva de 7,6%.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 350640 - FRANCISCO HILARIO REGO BEZERRA
Presidente - 1714488 - LEANDSON ROBERTO FERNANDES DE LUCENA
Externo à Instituição - Paula Stein - UFCG
Notícia cadastrada em: 31/05/2016 15:05
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa06-producao.info.ufrn.br.sigaa06-producao