Banca de QUALIFICAÇÃO: MARIA BEATRIZ MESQUITA CANSANCAO FELIPE

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MARIA BEATRIZ MESQUITA CANSANCAO FELIPE
DATA: 20/07/2012
HORA: 09:00
LOCAL: Sala de treinamento - Nupprar
TÍTULO:

Estudo de componentes de Croton cajucara Benth como inibidores de biocorrosão em dutos


PALAVRAS-CHAVES:

Croton cajucara, corrosão, biocorrosão, impedância eletroquímica, extrato natural


PÁGINAS: 100
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia Química
RESUMO:

A indústria petrolífera comumente enfrenta problemas relacionados a processos corrosivos em estruturas metálicas. Uma fração significativa desses processos é influenciada pela presença de microorganismos (biocorrosão) que afetam a cinética eletroquímica da interface ambiente/superfície metálica. A maioria dos inibidores de corrosão sintéticos é conhecidamente tóxica, sendo uma motivação para a aplicação de produtos naturais bioaceitáveis como método de mitigação da corrosão. O presente trabalho teve como objetivo caracterizar a espécie vegetal Croton cajucara Benth (extratos hidroalcóolicos da casca do caule e folhas), além do composto bioativo trans-desidrocrotoniana (DCTN) como inibidor de corrosão em geral e influenciada por microrganismos isolados de amostras de petróleo, em aço carbono AISI 1020 e solução salina. A eficiência de inibição e o mecanismo de corrosão foram investigados através de técnica de polarização potenciodinâmica e impedância eletroquímica.Técnicas dependentes de cultura e de biologia molecular foram utilizadas na identificação de espécies bacterianas presentes no petróleo. O extrato da casca, da folha e a DCTN apresentaram-se eficientes na inibição de corrosão em meio abiótico. Já na presença da espécie bacteriana Pseudomonas putida, a qual não demonstrou ser corrosiva nas condições testadas, os extratos demonstraram pouca influência na diminuição da taxa de corrosão. Sendo assim, os extrato de C. cajucara demonstraram serem eficientes inibidores de corrosão eco-compatível para aço AISI 1020 em meio salino, sendo necessários estudos com outras espécies bacterianas na caracterização dos mesmos quanto sua competências em ambientes afetados pela ação de microorganismos.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1645110 - CARLOS ALBERTO MARTINEZ HUITLE
Presidente - 348475 - DJALMA RIBEIRO DA SILVA
Externo à Instituição - KATIA REGINA SOUZA - IFRN
Externo à Instituição - MARIA APARECIDA MEDEIROS MACIEL - UFRN
Externo ao Programa - 1199127 - SILVIA REGINA BATISTUZZO DE MEDEIROS
Notícia cadastrada em: 10/07/2012 10:05
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa14-producao.info.ufrn.br.sigaa14-producao