Banca de DEFESA: REGINEIDE DE OLIVEIRA LIMA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: REGINEIDE DE OLIVEIRA LIMA
DATA: 17/02/2012
HORA: 09:00
LOCAL: Sala de reunião, 1º Andar. Prédio: NUP-ER.
TÍTULO:

Pirólise Térmica e Catalítica de Resíduos de vácuo Gerados no Refino de Petróleo.


PALAVRAS-CHAVES:

Pirólise, Al-MCM-41, resíduos de vácuo


PÁGINAS: 100
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia Química
RESUMO:

 

No presente trabalho, foi utilizada uma técnica bastante promissora denominada de pirólise, a qual pode ser usada para obtenção de produtos com maior valor agregado. Partindo de óleos e resíduos, visto que a contribuição desses petróleos mais pesados e resíduos tem se intensificado para o mundo da indústria do refino, em virtude da crescente demanda por combustíveis, como por exemplo, hidrocarbonetos líquidos na faixa de gasolina e óleo diesel. A pirólise catalítica dos resíduos de vácuo foi realizada com a utilização de um material mesoporoso pertencente à família M41S, que foi descoberto no início dos anos 90 por pesquisadores da Mobil Oil Corporation, possibilitando assim novas perspectivas no ramo da catálise. Um dos mais importantes membros desta família é o MCM-41, que possui um arranjo hexagonal de mesoporos com diâmetros de poros entre 2 a 10 nm e uma alta área superficial específica, tornando-o bastante promissor para ser utilizado como catalisador no refino do petróleo para o craqueamento catalítico, já que seus mesoporos facilitam o acesso de moléculas grandes de hidrocarbonetos. A adição de alumínio na estrutura do MCM-41 aumenta a acidez do material, tornando-o mais positivo para aplicação na indústria petroquímica. O material mesoporoso do tipo Al-MCM41 (razão Si/Al=50)  foi sintetizado através do método hidrotérmico partindo da Sílica gel, NaOH e água destilada, acrescentado de pseudobohemita no gel de síntese. Como direcionador estrutural foi utilizado CTMABr. A remoção do direcionador orgânico (CTMABr) foi verificado por TG/DTG e FTIR, como também este material foi caracterizado por DRX, o qual foi constatado a formação dos principais picos característicos dos materiais mesoporosos. Pela análise de adsorção/dessorção de nitrogênio deste material foram determinados os parâmetros texturais. Os resíduos de vácuo (RV´S) que são produtos de fundo da torre de destilação a vácuo utilizados neste trabalho, são provenientes de petróleos de diferentes campos (regiões do Ceará e Rio de Janeiro). Previamente caracterizado por várias técnicas como: FTIR, viscosidade, densidade, SARA, análise elementar e termogravimetria, pela qual foi realizada a degradação térmica e catalítica dos resíduos de vácuo. O efeito do AlMCM-41 foi satisfatório, pois promoveu uma diminuição de determinas faixas de temperatura requeridas no processo de conversões dos hidrocarbonetos, como também promoveu uma diminuição na energia necessária do processo. Possibilitando assim, menos custos relacionados ao gasto de energia para a degradação durante o processamento desses resíduos.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ANA CATARINA FERNANDES CORIOLANO - UnP
Externo ao Programa - 1558610 - ANA PAULA DE MELO ALVES
Presidente - 350509 - ANTONIO SOUZA DE ARAUJO
Externo à Instituição - GLAUBER JOSE TUROLLA FERNANDES - CTGás
Notícia cadastrada em: 09/02/2012 16:24
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa11-producao.info.ufrn.br.sigaa11-producao