Banca de DEFESA: MARCELO SOARES TELES SANTOS

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MARCELO SOARES TELES SANTOS
DATA: 08/07/2011
HORA: 00:00
LOCAL: AUDITÓRIO DO DEPARTAMENTO DE GEOLOGIA
TÍTULO:

CONTRIBUIÇÃO DA GEODÉSIA AO MONITORAMENTO COSTEIRO DO LITORAL SETENTRIONAL DO RN, ÁREA DE INFLUÊNCIA DA INDÚSTRIA PETROLÍFERA


PALAVRAS-CHAVES:

Linha de Costa, MDE, Monitoramento Costeiro, Nordeste do Brasil


PÁGINAS: 100
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia Civil
RESUMO:

O objetivo geral desta Tese de Doutorado foi o monitoramento costeiro sazonal (em escala temporal trimestral) de áreas costeiras e estuarinas de um trecho do Litoral Setentrional do Estado do Rio Grande do Norte, Brasil, sensível ambientalmente e de intensa erosão sedimentar sob as atividades petrolíferas, para servir de base na implantação de projetos de contensão da erosão e na mitigação dos impactos causados pela dinâmica costeira. Para atingir o objetivo geral, o trabalho foi desenvolvido de maneira sistemática em três etapas, as quais consistiram os objetivos específicos. A primeira etapa foi da implantação da infraestrutura geodésica de referência para a realização dos levantamentos geodésicos da área de estudo. Compreendeu a implantação da Rede GPS do Litoral Setentrional do RN (RGLS), constituída de estações com coordenadas geodésicas e altitudes ortométricas de precisão; posicionamento de Referências de Nível (RN) e avaliação do modelo geoidal gravimétrico disponível, para serem utilizados na altimetria por GPS de precisão; e desenvolvimento de softwares para a altimetria por GPS de precisão. A segunda etapa foi do desenvolvimento e aperfeiçoamento de metodologias para o levantamento, processamento, representação, integração e análises de Linhas de Costa (LC) e Modelos Digitais de Elevação (MDE) obtidos por técnicas geodésicas de posicionamento. Incluiu desde a escolha dos equipamentos e métodos de posicionamento a serem utilizados, em função da precisão requerida e da estrutura implantada, até a definição do indicador de LC e dos referenciais geodésicos mais adequados ao monitoramento costeiro de precisão. A terceira etapa foi do monitoramento geodésico sazonal da área de estudo. Definiu as épocas de execução dos levantamentos geodésicos, a partir da análise do padrão de dinâmica sedimentar da área de estudo; execução dos levantamentos, com os objetivos de calcular e localizar áreas e volumes de erosão e acresção (balanços sedimentares areal e volumétrico) ocorridas nas LC e nas superfícies das praias e ilhas ao longo do ano, e estudo das correlações entre as variações mensuradas (em área e volume) entre os levantamentos e a atuação dos agentes dinâmicos costeiros. Os resultados permitiram um estudo integrado das inter-relações espaciais e temporais das causas e consequências dos intensos processos costeiros atuantes na área, especialmente com a mensuração da variabilidade da erosão, transporte, balanço e suprimento sedimentares ao longo do ciclo anual de construção e destruição das praias. Nas análises dos resultados, foi possível identificar as causas e consequências da intensa erosão costeira nas praias expostas, analisar a recuperação sedimentar das praias e a acresção nos canais de maré e nos estuários. A partir da ótica das variações sazonais das linhas de costa, intervenções antrópicas de contenção de erosão foram propostas com o objetivo de recuperar a situação anterior das praias em processo de erosão.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 350698 - VENERANDO EUSTAQUIO AMARO
Interno - 277437 - MARCELA MARQUES VIEIRA
Externo ao Programa - 1222082 - ADA CRISTINA SCUDELARI
Externo à Instituição - CYNTHIA ROMARIZ DUARTE - UFC
Externo à Instituição - NIEL NASCIMENTO TEIXEIRA - UESC-BA
Notícia cadastrada em: 29/06/2011 10:52
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa02-producao.info.ufrn.br.sigaa02-producao