Banca de DEFESA: SUZANE ADRIELLY DA SILVA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : SUZANE ADRIELLY DA SILVA
DATA : 19/02/2020
HORA: 14:00
LOCAL: Auditório do Departamento de Física Teórica e Experimental
TÍTULO:

Inversão Sísmica das Formas de Onda Baseada em Otimização Híbrida


PALAVRAS-CHAVES:

Inversão Sísmica das Formas de Onda; Inversão Progressiva, Otimização Híbrida, Método Adjunto


PÁGINAS: 43
RESUMO:

O petróleo e hoje um recurso vital para a sociedade, tendo em vista que além de um grande protagonista no setor energético também é matéria-prima de diversos produtos que são essenciais no nosso dia-a-dia. Entretanto, o salto de produção desse elemento é uma consequência do avanço tecnológico que tivemos nas ultimas décadas. Esse avanço da computação em termos de armazenamento e processamento de dados favoreceu grandemente uma etapa importante da caracterização de reservatórios: o imageamento de subsuperfície. A proposta desse trabalho é usar a Inversão das Formas de Onda com uma metodologia híbrida de inversão que extrai vantagens de duas classes de otimização, a Otmização Livre de Derivadas (DFO) e otimização baseada em gradiente (FWI tradicional), para obter uma estimativa do modelo. Na pratica usamos uma adaptação da Otimização Por Enxame de Partículas (PSO) onde adicionamos dois novos termos, sendo um deles um gradiente que serve como guia e uma regularização na dinâmica das partículas. O gradiente nos remete à uma inversão baseada em derivada, a Otimização Por Enxame de Partículas nos leva à uma abordagem naturalista, por isso temos uma estrategia híbrida. Na etapa de modelagem usamos uma abordagem acústica fazendo uma discretização por Diferenças Finitas de quarta ordem no espaço e segunda no tempo, o termo de gradiente e computado com o Método Adjunto para aproximar o gradiente da função objetivo usando a condição de imagem e o campo adjunto. Outra característica do método proposto neste trabalho é que usamos uma estrategia de inversão por camadas (Progressive Matching), com o intuito de reduzir o custo de processamento e armazenamento, sendo necessário avaliar apenas os parâmetros da janela espacial de inversão a cada etapa, em vez de envolver todos os parâmetros do modelo. Para avaliar a precisão do método comparamos nossa inversão híbrida com uma inversão baseada em derivadas, usando o LBFGS-B. Essa comparacão foi feita analisando o modelo reconstruído em ambas as metodologias e também através da correlacão delas com o modelo real. O resultado nos mostra que para o modelo usado neste trabalho o método baseado em PSO trouxe uma melhor estimativa do modelo, além disso há um ganho no tempo de processamento, comparado ao FWI tradicional que se mostrou bem mais custoso. Em todos os testes usamos um recorte re-amostrado do modelo Marmousi.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2492756 - JOAO MEDEIROS DE ARAUJO
Interno - 1379465 - GILBERTO CORSO
Externo à Instituição - MARCOS VINICIUS CANDIDO HENRIQUES - UFERSA
Notícia cadastrada em: 30/01/2020 15:25
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa07-producao.info.ufrn.br.sigaa07-producao