Banca de QUALIFICAÇÃO: ROMERO GOMES DA SILVA ARAUJO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ROMERO GOMES DA SILVA ARAUJO
DATA : 29/10/2019
HORA: 14:00
LOCAL: Auditório do Laboratório de Cimentos da UFRN
TÍTULO:

Estudo de blendas contendo cimento Portland e cinza de casca de arroz para aplicação em tampão para abandono permanente de poços de petróleo.


PALAVRAS-CHAVES:

Cimento Portland, cinza da casca do arroz, abandono de poços, pozolanas


PÁGINAS: 120
RESUMO:

Quando um poço de petróleo atinge o final da sua vida útil, seja por baixo retorno econômico ou por falha de integridade, há a necessidade de instalar uma série de tampões para isolar as formações que apresentem potencial de fluxo para a superfície ou para outras formações adjacentes e, assim, garantir a selagem e o abandono definitivo. O presente trabalho tem como objetivo o uso da Cinza da Casca do Arroz (CCA) como material alternativo para compor sistemas de pastas de cimento para aplicação em tampão de abandono de poços petrolíferos. Amostras contendo CCA e amostras de referência foram submetidas durante sete dias a 40oC, 80 oC e 300 oC, respectivamente, de acordo com faixas de temperatura estabelecidas pela UK Guidelines. O desempenho destes sistemas de pastas foi avaliado quanto a resistência à compressão (RC) e permeabilidade como uma avaliação inicial dos critérios de aprovação de materiais, a base de cimento Portland, para tampões. Ensaios de TGA e DRX foram realizados para auxiliar no entendimento dos fenômenos observados. O material alternativo CCA conferiu resultados superiores ou equivalentes na resistência à compressão em todas as condições testadas. Outro fator positivo é que, pelas suas características físicas, foi possível alcançar tal desempenho com maior adição de água e menor densidade que as pastas usualmente utilizadas. Os sistemas contendo CCA apresentaram baixos valores de permeabilidade em sua matriz hidratada, em alguns casos, sendo inferior às pastas de referência. Os sistemas alternativos mostraram-se promissores para compor um conjunto solidário de barreira (WB – well barrier) necessário para garantir o correto abandono e a integridade do poço, mesmo após o final da vida útil. Os sistemas também se mostraram versáteis, pois possui alto desempenho tanto em baixas, como em altíssimas temperaturas, enquanto que sistemas convencionais precisam de composições específicas para cada situação.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - BRUNO LEONARDO DE SENA COSTA - UFRN
Interno - 1804366 - JÚLIO CÉZAR DE OLIVEIRA FREITAS
Externo à Instituição - PAULO HENRIQUE SILVA SANTOS MOREIRA - UFRN
Externo à Instituição - ULISSES TARGINO BEZERRA - IFPB
Notícia cadastrada em: 10/10/2019 16:50
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa05-producao.info.ufrn.br.sigaa05-producao