Banca de QUALIFICAÇÃO: LARISSA CICIANNY LUZ FERREIRA DE ARAUJO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : LARISSA CICIANNY LUZ FERREIRA DE ARAUJO
DATA : 27/06/2016
HORA: 09:00
LOCAL: Sala de Treinamento do Nupe-er
TÍTULO:

SÍNTESE, CARACTERIZAÇÃO E APLICAÇÃO CATALÍTICA DE MATERIAL MESOPOROSO ESTRUTURADO – CEXAL50SBA-15 PARA A DEGRADAÇÃO TÉRMICA E CATALÍTICA DE PETRÓLEO PESADO


PALAVRAS-CHAVES:

Meio Ambiente; Catálise; Materiais Mesoporosos (SBA-15 e M-SBA-15); Petróleo pesado; Termogravimentria; Flynn-Wall


PÁGINAS: 120
RESUMO:

Perante o contexto das descobertas de novos campos petrolíferos, a petroquímica vem aperfeiçoando o processamento dos materiais obtidos, em especialmente neste estudo o petróleo pesado produzido. Em virtude desse refino, é imprescindível pesquisas para o aprimoramento e o desenvolvimento de novos materiais. Os nanomateriais (catalisadores) mesoporosos e microporosos são considerados promissores para obtenção de derivados leves a partir de frações pesadas do petróleo e como adsorventes para proteção ambiental. Os materiais mesoporosos descobertos por pesquisadores da Universidade da Califórnia- Santa Bárbara- EUA – SBA-15, tendo diâmetro de poros variando entre 2 a 30 nm e espessura das paredes de 3,1 - 6,4 nm, tornando estes materiais promissores na área da catálise, especificamente para o refino do petróleo (craqueamento catalítico), já que seus mesoporos facilitam o acesso das moléculas constituintes do óleo pesado. O trabalho de doutorado aqui reportado dedicou-se à sintetize pelo método hidrotérmico, calcinação, caracterização de catalisadores heterogêneos mesoporosos, do tipo SBA-15, com adição dos metais cério e alumínio, avaliando sua atividade e seletividade na degradação térmica de óleo pesado. As amostras dos materiais nanoestruturados foram caracterizadas por análise termogravimétrica (TG/DTG), difração de raios X (DRX), microscopia eletrônica de varredura (MEV), espectroscopia de fluorescência de raios-X (FRX), espectroscopia de absorção na região do infravermelho com transformada de Fourier (FT-IR) e adsorção de nitrogênio (BET). A caracterização mostrou que os materiais sintetizados resultaram em um catalisador nanoestruturado, ordenado e com diâmetro de poros e área superficial de acordo com a literatura existente. Com o intuito de verificar a atividade catalítica dos mesmos, utilizou-se uma amostra de petróleo pesado (ºAPI=14,), fornecido pela Petrobras, realizando-se através da termogravimetria o processo de degradação térmica e catalítica do óleo. Mediante as curvas obtidas, observou-se uma redução na temperatura de início do processo de decomposição catalítica do petróleo. Pelo modelo cinético proposto por Flynn- Wall obtiveram-se alguns parâmetros para determinação da energia de ativação aparente das decomposições, ficando evidenciada a eficiência dos materiais mesoporosos, já que houve uma diminuição da energia de ativação para as reações utilizando os materiais obtidos.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 2140818 - AMANDA DUARTE GONDIM
Presidente - 350509 - ANTONIO SOUZA DE ARAUJO
Externo ao Programa - 1011255 - ARUZZA MABEL DE MORAIS ARAUJO
Notícia cadastrada em: 20/06/2016 20:13
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa07-producao.info.ufrn.br.sigaa07-producao