Banca de DEFESA: PEDRO TUPA PANDAVA AUM

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: PEDRO TUPA PANDAVA AUM
DATA: 22/03/2016
HORA: 09:00
LOCAL: Auditório do Nupprar
TÍTULO:

NOVOS SISTEMAS MICROEMULSIONADOS PARA APLICAÇÃO NA ESTIMULAÇÃO DE CARBONATOS


PALAVRAS-CHAVES:
acidificação de poços,carbonatoswormholes, microemulsões acidas.

PÁGINAS: 150
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia Química
RESUMO:
Um dos desafios na acidificação de poços em formações carbonáticas é o controle da reação de dissolução do carbonato de cálcio. Devido a elevada taxa de reação entre o ácido clorídrico (HCl) e a formação, o HCl é todo consumido na região da formação próxima ao poço de maneira que as zonas mais profundas não são alcançadas e as regiões de dano podem não ser ultrapassadas. Diversos sistemas foram desenvolvidos para retardar a reação de dissolução, incluindo a utilização de ácidos orgânicos, sistemas viscosos e emulsionados. Contudo, poucos estudos reportam a utilização de sistemas microemulsionados como sistemas retardados. Neste trabalho foram estudados sistemas microemulsionados ácidos do tipo óleo em água para aplicação em acidificação de carbonatos e limpeza de poço. O trabalho foi dividido em duas etapas principais, sendo elas: a obtenção e caracterização dos sistemas; e a avaliação da eficiência realizando experimentos de injeção em plugues de rocha carbonática. Para formulação dos sistemas microemulsionados, dois ácidos foram utilizados: o ácido clorídrico (HCl); e o ácido etilenodiamino tetra-acético (EDTA). O tensoativo utilizado foi o ALK L90 (não iônico), o sec-butanol como co-tensoativo e o xileno como componente orgânico. Foram obtidos sistemas microemulsionados ácidos com HCl e com EDTA. Os resultados mostraram que a adição de ácidos em determinadas condições promove a transição de fases dos sistemas de microemulsão. Os ensaios de injeção mostraram que os sistemas microemulsionados ácidos propostos foram eficientes em estimular os plugues de formação carbonática, alcançando incrementos na permeabilidade entre 10-30%, sem apresentar dissolução na face e formando wormholes.




MEMBROS DA BANCA:
Interno - 347289 - AFONSO AVELINO DANTAS NETO
Externo à Instituição - MANOEL REGINALDO FERNANDES - UFERSA
Externo ao Programa - 1754344 - MARCOS ALLYSON FELIPE RODRIGUES
Externo à Instituição - MARIA CARLENISE PAIVA DE ALENCAR MOURA - UnP
Presidente - 347057 - TEREZA NEUMA DE CASTRO DANTAS
Notícia cadastrada em: 17/03/2016 11:09
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa05-producao.info.ufrn.br.sigaa05-producao