Banca de DEFESA: MARCEL ARAÚJO ROCHA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MARCEL ARAÚJO ROCHA
DATA: 14/03/2016
HORA: 08:00
LOCAL: Auditório do Nupper
TÍTULO:

ESTUDO DO PROCESSO DE DRENAGEM GRAVITACIONAL ASSISTIDO POR VAPOR UTILIZANDO POÇOS INJETORES VERTICAIS E HORIZONTAIS NA RECUPERAÇÃO DE ÓLEOS PESADOS


PALAVRAS-CHAVES:

Recuperação avançada de petróleo, simulação de reservatórios, métodos térmicos, injeção de vapor, VPL.


PÁGINAS: 152
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia Civil
RESUMO:

A exploração de reservas de hidrocarbonetos pesados e extrapesados é de interesse primordial para muitas companhias de petróleo, uma vez que, a magnitude desses recursos representa parte da energia mundial. A produção de óleo pesado, a partir de depósitos subterrâneos, é complexa, até mesmo sob as melhores circunstâncias, devido principalmente à elevada viscosidade do óleo. Para melhor desenvolver o processo de produção, tornando-o eficiente, de maneira que os fluidos que não seriam produzidos consigam chegar à superfície, foram desenvolvidos métodos de recuperação convencionais e especiais, para obtenção de um maior fator de recuperação e, consequentemente, uma maior lucratividade na operação de explotação dessas jazidas. Para reduzir a alta viscosidade e as elevadas tensões interfaciais, foram desenvolvidos os métodos térmicos. Nesse trabalho, simulou-se a injeção continua de vapor, com poços injetores verticais e horizontais, para desenvolver um reservatório com características do Nordeste brasileiro, de óleo pesado, através da condução dos fluidos produzidos com poço horizontal. Foram feitas análises técnicas e econômicas dos modelos que diferiam quanto às suas restrições e arranjos estruturais do sistema. Na configuração horizontal se observou a influência da vazão de injeção, da distância vertical e da distância lateral sobre o fator de recuperação. Na configuração vertical se analisou a influência da vazão de injeção, da completação dos injetores, da distância lateral e da quantidade de poços injetores sobre o fator de recuperação. Diante dos modelos proposto, analisou-se a produção acumulada de óleo, o Volume Poroso Injetado, a formação das câmaras de vapor e o Valor Presente Líquido. Tecnicamente, os modelos em que se injetou vapor com poços verticais obtiveram maior fator de recuperação de óleo, já os modelos horizontais se sobressaíram economicamente.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - EDSON DE ANDRADE ARAÚJO - NENHUMA
Interno - 1679234 - JENNYS LOURDES MENESES BARILLAS
Externo ao Programa - 1566922 - LINDEMBERG DE JESUS NOGUEIRA DUARTE
Presidente - 1149372 - TARCILIO VIANA DUTRA JUNIOR
Notícia cadastrada em: 24/02/2016 09:21
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa04-producao.info.ufrn.br.sigaa04-producao