Banca de DEFESA: ARUZZA MABEL DE MORAIS ARAUJO

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ARUZZA MABEL DE MORAIS ARAUJO
DATA: 21/01/2016
HORA: 08:30
LOCAL: Sala deTreinamento do Nupeer
TÍTULO:

Conversão térmica e termocatalítica do óleo de girassol utilizando materiais micro e mesoporosos para obtenção de biocombustíveis.


PALAVRAS-CHAVES:

Peneira Molecular.  Al-MCM-41. HZSM-5. Modelo cinético model - free. Pirólise térmica. Pirólise termocatalítica. Óleo de girassol.


PÁGINAS: 100
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia Civil
RESUMO:

O presente trabalho relata o estudo de estruturas micro e mesoporosas, visando aplicação em pesquisas que atendam a atual demanda da indústria do petróleo, optando por um método paralelo de obtenção de biocombustíveis. Os materiais microporoso tipo zeólita HZSM5 na ausência de direcionador orgânico e mesoporoso tipo AlMCM-41 foram sintetizados hidrotermicamente e caracterizados pelos métodos de difração de raios X (DRX), infravermelho por transformada de Fourier (FTIR), microscopia eletrônica de varredura (MEV), acidez superficial medidas através da dessorção de n-butilamina por termogravimetria (TGA), adsorção de nitrogênio e análise térmica (TG/DTG). Ainda foi realizado um estudo do comportamento cinético termogravimétrico do óleo de girassol sobre os catalisadores micro e mesoporosos puros e com suas misturas físicas. Usando curvas integrais da TG e o método cinético de model-freeforam estimados a energia de ativação, as taxas de conversão e o tempo degradação do óleo em função da temperatura. O material microporoso zeólita HZSM5 apresenta uma estrutura zeolítica MFI, característica da zeólita ZSM-5. Quanto ao material mesoporoso AlMCM-41 apresenta amostra com formação da estrutura hexagonal unidimensional. O estudo do comportamento cinético do óleo de girassol com os catalisadores HZSM5, AlMCM, e suas misturas físicas 75HZSM5-25ALMCM, 50HZSM5-50ALMCM e 25HZSM5-75ALMCM mostrou uma menor energia de ativação frente a energia do óleo de girassol puro, principalmente, a mistura 50HZSM5-50ALMCM. Na pirólise térmica e termocatalítica do óleo de girassol mostrou-se que os sítios ativos presente na zeólita HZSM5 foram fundamental na desoxigenação dos ácidos graxos em hidrocarbonetos; o material 25HZSM5-75ALMCM foi o mais seletivo para conversão da fração diesel do biocombustível,, devido ao fato do catalisador majoritário da mistura apresentar mesoporos; enquanto o material 75HZSM5-25ALMCM, onde o catalisador majoritário é microporoso com sítios ativos e maior acidez superficial, apresentaram maior seletividade para hidrocarbonetos leves, da faixa da fração gasolina do biocombustível.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 2140818 - AMANDA DUARTE GONDIM
Externo à Instituição - ANA CATARINA FERNANDES CORIOLANO - UnP
Presidente - 350509 - ANTONIO SOUZA DE ARAUJO
Externo à Instituição - EDJANE FABIULA BURITI DA SILVA - Estácio
Externo à Instituição - REGINA CELIA DE OLIVEIRA BRASIL DELGADO - UFERSA
Notícia cadastrada em: 11/01/2016 09:33
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa09-producao.info.ufrn.br.sigaa09-producao