Banca de QUALIFICAÇÃO: VANESSA LIMEIRA AZEVEDO GOMES

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: VANESSA LIMEIRA AZEVEDO GOMES
DATA: 05/08/2015
HORA: 18:30
LOCAL: Sala de Seminários do LEAP
TÍTULO:

MODELAGEM MATEMÁTICA E EXPERIMENTAL DA PERDA DE INJETIVIDADE EM POÇOS CANHONEADOS


PALAVRAS-CHAVES:

Filtração profunda. Reboco externo. Poços canhoneados. Dano à formação. Injetividade.


PÁGINAS: 103
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia Civil
RESUMO:

A injeção de água em reservatórios de petróleo é uma técnica de recuperação amplamente utilizada para a recuperação de óleo. No entanto, a água injetada contém partículas suspensas que podem ser retidas, causando dano à formação e perda de injetividade. Nesses casos, é necessário estimular a formação danificada com o intuito de restaurar a injetividade dos poços injetores. A perda de injetividade causa um grande impacto negativo à economia de produção de petróleo e, por isso, prever a injetividade é importante para o gerenciamento de projetos de injeção de água. Modelos matemáticos para perda de injetividade permitem estudar o efeito da qualidade da água injetada bem como das características do poço e da formação. Dessa forma, foi desenvolvido um modelo matemático da perda de injetividade para poços injetores canhoneados. A novidade científica deste trabalho refere-se à previsão da perda de injetividade em poços canhoneados injetores, considerando a filtração profunda e formação do reboco externo em canhoneados elipsoidais. A modelagem clássica para a filtração profunda foi reescrita em coordenadas elípticas. A solução para a concentração de partículas em suspensão foi obtida analiticamente e a concentração de partículas retidas, que causam dano à formação, foi resolvida numericamente. Assumindo uma vazão injetada constante e utilizando a lei de Darcy modificada, estimamos a impedância, definida como sendo o inverso da injetividade normalizada pela injetividade inicial. Finalmente, foram realizados testes de injetividade clássicos para fluxo linear, em amostras de Arenito Berea, e também em amostras "canhoneadas". Os parâmetros do modelo, coeficientes de filtração e de dano à formação, obtidos a partir do tratamento dos dados, foram utilizados para a verificação da modelagem proposta.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1288120 - ADRIANO DOS SANTOS
Interno - 1149372 - TARCILIO VIANA DUTRA JUNIOR
Externo à Instituição - ADOLFO PUIME PIRES - UENF
Notícia cadastrada em: 30/07/2015 15:38
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa12-producao.info.ufrn.br.sigaa12-producao