PMPQRN/IQ PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM QUÍMICA - REDE NACIONAL INSTITUTO DE QUÍMICA Téléphone/Extension: (84) 3342-2323/136 https://posgraduacao.ufrn.br/PROFQUI

Banca de DEFESA: PATRICK STEINNER DE MOURA SILVA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : PATRICK STEINNER DE MOURA SILVA
DATA : 22/03/2024
HORA: 09:00
LOCAL: Container 2 - sala de webconferência do IQ
TÍTULO:

APRENDIZAGEM COLABORATIVA DE PROPRIEDADES FÍSICAS DAS SUBSTÂNCIAS A PARTIR DO RPG PEDAGÓGICO “SUPERFÍCIE: UMA AVENTURA DE RECOLONIZAÇÃO DA TERRA”


PALAVRAS-CHAVES:

RPG; jogo; ensino de química; propriedades físicas; BNCC


PÁGINAS: 121
RESUMO:

O presente trabalho propõe o uso de um jogo de RPG autoral para o ensino e/ou fixação das propriedades físicas da matéria de forma colaborativa. RPG em tradução livre significa jogo de interpretação de papéis, no qual há um narrador/mestre, geralmente sendo o professor a assumir este papel, que conta a história aos jogadores, os alunos. Através do jogo de RPG é possível criar situações que transcendem a realidade da sala de aula, inserindo os alunos em um ambiente simulado, onde os eles interpretam personagens criados com habilidades definidas previamente, enfrentando desafios propostos pelo mestre do jogo. O RPG proposto trata-se de um jogo com caráter lúdico-didático, enfocando os conteúdos: densidade, pontos de fusão e ebulição, polaridade, forças intermoleculares e solubilidade.  O objetivo da pesquisa foi traçar as aproximações de algumas características e habilidades do jogo com a BNCC e descrever como a utilização desse recurso favorece o desenvolvimento das mesmas. O produto educacional elaborado foi aplicado em alunos de 3ª série da Escola Estadual de Educação Profissional Osmira Eduardo de Castro, onde o pesquisador trabalha. Os alunos, sujeitos da pesquisa, viram os conteúdos abordados no jogo em uma série anterior, o que possibilitou a revisão, fixação, modificação dos mesmos. A pesquisa se constitui em uma abordagem qualitativa e se constitui como uma observação participante, levando em consideração a ação dos sujeitos e interferência do pesquisador que pela própria natureza do RPG (a relação mestre/jogadores) interagiu na construção da história do jogo. O produto educacional foi apresentado a turma, incluindo apresentação da ambientação do jogo, regras e condução do jogo com os personagens pelos cenários da aventura sendo jogado em grupo. A coleta de dados foi realizada através de transcrição das sessões do jogo em conjunto com o diário de campo do professor pesquisador. Os dados foram categorizados e foi feito um quadro comparativo das habilidades e competências que permeiam o conteúdo e o jogo e onde o jogo favorece o desenvolvimento das mesmas. Verificou-se que houve resgate de conhecimentos prévios sobre diversos assuntos de química e também foi observado o aparecimento de concepções alternativas e como estas influenciaram na previsão errônea das propriedades da matéria, assim como mostrou pontos de dificuldade dos alunos em estabelecer relação entre formulas estruturais e outros conceitos químicos para entendimento das propriedades macroscópicas das substancias. Por fim o RPG se mostrou uma ferramenta de alta versatilidade na criação de situações de aprendizagem envolvendo conhecimentos científicos, na mobilização de algumas competências e habilidades da BNCC, no mapeamento de dificuldades dos alunos e como metodologia alternativa e prazerosa para o ensino de química.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1695600 - PATRICIA FLAVIA DA SILVA DIAS MOREIRA
Interno - 1913849 - EDGAR PERIN MORAES
Externa à Instituição - TATIANA APARECIDA ROSA DA SILVA - IFGO
Notícia cadastrada em: 12/03/2024 09:56
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa08-producao.info.ufrn.br.sigaa08-producao