Banca de DEFESA: ADLAREG AUREA DA COSTA DUTRA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ADLAREG AUREA DA COSTA DUTRA
DATA : 29/03/2022
HORA: 10:00
LOCAL: Sítio eletrônico < meet.google.com/qww-wbhs-cks >
TÍTULO:

AUDITORIA DE INTELIGÊNCIA: APLICAÇÃO NAS UNIDADES DE AUDITORIA INTERNA GOVERNAMENTAL DAS UNIVERSIDADES FEDERAIS DO BRASIL


PALAVRAS-CHAVES:

Auditoria Interna Governamental. Auditoria de Informação. Auditoria de Inteligência. Recomendação de Auditoria. Universidades Federais. Gestão da Informação. 


PÁGINAS: 236
RESUMO:

A gestão da informação tem sido cada vez mais utilizada no âmbito organizacional, especialmente diante das mudanças impostas pela atual era da informação. Na esfera pública isso também é percebido em virtude da necessidade de demonstrar a adequada e eficiente prestação do serviço público à sociedade. Nesse ambiente encontram-se as Unidades de Auditoria Interna Governamental, que atuam como unidades produtoras de informação, uma vez que por meio de seus relatórios e recomendações, fornecem às unidades auditadas análises que visam agregar valor às organizações. Essas organizações, por sua vez, atuam como receptoras ou usuárias da informação, e são responsáveis pela implementação das recomendações de auditoria. Apesar do potencial de agregação de valor das recomendações, estudos demonstram que, no âmbito das universidades federais do Brasil, elas não estão sendo devidamente observadas. Diante disso, o objetivo geral desta pesquisa é auditar os aspectos informacionais das recomendações emitidas pelas Unidades de Auditoria Interna Governamental integrantes de universidades federais do Brasil. Este objetivo geral é operacionalizado por meio dos seguintes objetivos específicos: 1) analisar a literatura existente sobre auditoria de ativos de informação; 2) caracterizar as unidades de auditoria interna integrantes de universidades federais do Brasil; 3) analisar a percepção dos auditores e dos auditados buscando identificar variáveis que impactam no atendimento das recomendações; 4) identificar as variáveis mais significativas que impactam negativamente no atendimento das recomendações; e 5) propor recomendações de melhoria para as Unidades de Auditoria Interna Governamental. Para alcançá-los foi realizada pesquisa de natureza mista contemplando abordagens qualitativa e quantitativa, também caracterizada como descritiva e exploratória, no que se refere aos objetivos. Foi aplicado o método de auditoria de inteligência proposto por Carvalho (2010) e para a coleta dos dados foi utilizada a pesquisa bibliográfica, análise documental, questionário, entrevista e formulário. Para análise dos dados foi utilizado, além da estatística descritiva, a análise de conteúdo e a regressão linear múltipla. Com base nessas análises observou-se a existência de três componentes com doze variáveis principais que impactam negativamente o atendimento das recomendações emitidas pelas auditorias internas governamentais. Diante das constatações, foi realizada a triangulação metodológica em que foram propostas recomendações às Unidades de Auditoria Interna Governamental.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1323825 - ANDREA VASCONCELOS CARVALHO
Interna - 1225081 - LUCIANA DE ALBUQUERQUE MOREIRA
Externo à Instituição - RENATO TARCISO BARBOSA DE SOUZA - UnB
Notícia cadastrada em: 15/03/2022 10:27
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa04-producao.info.ufrn.br.sigaa04-producao