DEE/CT

DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA

CENTRO DE TECNOLOGIA


    Últimas Notícias

Nenhum conteúdo disponível até o momento

Apresentação do Departamento

O curso de Engenharia Elétrica é o segundo mais antigo, dentre os cursos de Engenharia da UFRN. Sua proposta de criação foi lançada em dezembro de 1966, quando a antiga Escola de Engenharia, com seis anos de funcionamento, contava, apenas, com o curso de Engenharia Civil. Nessa época, a Escola já estava consolidada administrativamente e, portanto, apta a enveredar por outras opções de campo da formação profissional.

O cenário era favorável à criação do curso. A companhia energética e a de telecomunicações do Rio Grande do Norte estavam em franca expansão e carentes de engenheiros eletricistas. Da mesma forma, a Base de Lançamentos da Barreira do Inferno em Natal precisava de técnicos especializados na área. Durante dois anos, a grade curricular foi estruturada, tendo como base os currículos da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro - PUC - e do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) de São José dos Campos. O Conselho Universitário autorizou o funcionamento do curso de Engenharia Elétrica no dia 29 de abril de 1969. Inicialmente, a modalidade do curso era em Eletrotécnica, mas, já em 1970, através da Resolução 017 do Conselho Universitário CONSUNI, foi criada a modalidade em Eletrônica.

As dificuldades para contratação de professores no início do curso eram enormes, recorria-se comumente à Empresa Brasileira de Telecomunicações - EMBRATEL e à Companhia de Serviços Elétricos do Rio Grande do Norte - COSERN em busca de engenheiros eletricistas para suprirem as necessidades docentes. Em uma ação conjunta, envolvendo a Escola de Engenharia e o comando da Barreira do Inferno, foi celebrado um convênio entre a UFRN, o Centro Tecnológico de Aeronáutica - CTA e a Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste - SUDENE, para especializar profissionais selecionados na UFRN para suprir as deficiências do curso emergente, principalmente nas áreas de Eletrônica e de Telecomunicações.

Assim sendo, o currículo de Engenharia Elétrica da UFRN que, inicialmente, cobria as áreas de Eletrotécnica e Eletrônica foi fortalecido, em meados dos anos 70, com a área de Telecomunicações constituindo-se na terceira modalidade do curso. A primeira turma de Engenharia Elétrica da UFRN foi constituída por alunos oriundos do Curso de Engenharia Civil que optaram por essa nova modalidade no campo das engenharias. Ao final de 1971, com nove engenheirandos, a UFRN diplomou a 1ª turma. Somente em 1972 a UFRN realizou o 1o vestibular para o curso de Engenharia Elétrica. Em 1973 diversos equipamentos do Centro de Educação Tecnológica do Nordeste – CETENE foram cedidos a UFRN, garantindo ampliação dos laboratórios.

Nesta época, também foi elaborado um projeto e obtido financiamento, através do Programa de Melhoria do Ensino Superior - PREMESU, para aquisição de máquinas adicionais para o Laboratório de Eletrotécnica. A transformação da Escola de Engenharia em Centro de Tecnologia - CT propiciou a consolidação e deu margem à expansão do curso de Engenharia Elétrica. Foi criado o Departamento de Eletricidade, transformando-se, posteriormente, no Departamento de Engenharia Elétrica – DEE, que permitiu a criação da Coordenação do Curso de Engenharia Elétrica - CCEE com subordinação direta à direção do CT. O reconhecimento do curso ocorreu através do Decreto Federal 77.688 de 26 de maio de 1976, publicado no DOU de 27 de maio do mesmo ano.

O currículo do curso sofreu várias adaptações: dezembro de 1976, novembro de 1979, abril de 1983, novembro de 1984 e fevereiro de 1986, procurando sempre se adequar às novas demandas colocadas para a formação do engenheiro eletricista. 5 Em 1982, foi criado o programa de pós-graduação em Engenharia Elétrica PPgEE, o qual passou a funcionar a partir de 1983 com o curso de Mestrado em Engenharia Elétrica. Atualmente conhecido como PPgEEC compreende também o curso de Doutorado, abrangendo as áreas de Automação e Sistemas, Engenharia de Computação e Telecomunicações. As atividades de natureza prática são desenvolvidas em cinco laboratórios localizados no Núcleo de Tecnologia do CT, além de empresas das áreas de energia elétrica, de petróleo, de eletrônica, automação e de telecomunicações. 

Chefia do Departamento:
DIOMADSON RODRIGUES BELFORT
ARRHENIUS VINICIUS DA COSTA OLIVEIRA
Telefone(s):
3211.9215, 3215.3732
Endereço Alternativo:
Não informado

<< voltar

SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa25-producao.info.ufrn.br.sigaa25-producao v4.1.3