Apresentação

O Curso

O curso de Design teve seu primeiro vestibular em 2008, quando foram selecionados 40 candidatos. A primeira turma foi iniciada no período de 2009.2, sendo suas aulas ministradas no período diurno (Manhã e Tarde).

Durante 4 anos e meio, os alunos serão preparados para o desenvolvimento de competências técnicas e criativas relacionadas à concepção, à elaboração e à especificação de produtos. A principal função do Bacharel em Design deve se atribuir ao produto de qualidades estéticas e funcionais que também melhorem seu processo produtivo por parte do fabricante e sua utilização por parte do usuário.

Os alunos formandos pela UFRN nessa área deverão ter conhecimentos e habilidades nas duas principais especializações do design, projeto de produto e programação visual. Dentre as coisas que se podem projetar, incluem muitos tipos de objetos, como utensílios domésticos, máquinas, ambientes, e também imagens, como em peças gráficas, livros e interfaces digitais de softwares ou de páginas da internet, entre outros.

A estrutura curricular prevê 2.690 horas no total, e as disciplinas do curso são teóricas e práticas. Além das disciplinas obrigatórias, há também um elenco de disciplinas optativas que o aluno poderá escolher o que quer cursar e direcionar a sua formação para área de maior interesse.

A estrutura curricular também prevê como obrigatório um trabalho de conclusão de curso, em que o aluno poderá aprofundar algum assunto de seu interesse. A participação em eventos acadêmicos e publicações em revistas complementarão sua carga horária.

O curso é ideal para quem gosta de arte, criação, publicidade, linguagens de programação, marketing e que busque sempre inovar e desenvolver a criatividade. O Design é necessário para "produzir o produto certo, pelo preço certo, para o mercado certo, na altura exata." (ARAÚJO, M. D., Tecnologia do Vestuário, Lisboa, FCG, 1996). Isto atendendo a valores estéticos, éticos políticos, econômicos e sociais.

 

Atuação Profissional

O campo de atuação do design se expande na medida em que as empresas começam a valorizar a estética aliada à função e ao custo do objeto, pois este profissional trabalha desenvolvendo novos produtos ou melhorando algum já existente, respeitando os princípios da funcionalidade, criando apelos e transformando produtos em um objeto de desejo e sucesso empresarial. De um lado, ele tem que estar atento aos interesses do fabricante, propondo soluções que minimizem gastos e aperfeiçoem a produção, levando em conta aspectos sociais e ambientais. Na outra ponta do negócio, o profissional tem que responder às necessidades do usuário, sejam elas físico ou emocionais.

Esse campo de trabalho é amplo haja vista que o referencial acima relatado se aplica a qualquer ramo da indústria.

 

Mercado de Trabalho

Em relação ao mercado local, identifica-se claramente uma importante demanda por profissionais na área do Design, notadamente na área de Programação/Comunicação Visual, dentro das empresas do ramo de: Publicidade, Webdesign, Mercado Gráfico e outros. E com o crescente desenvolvimento industrial do estado do Rio Grande do Norte, em breve também haverá uma demanda de profissionais na área de Projeto de Produto.

 

Importância no contexto socioeconômico

Desde as últimas décadas, tem havido uma imensurável aceleração do processo de desenvolvimento, particularmente nas áreas científica, técnica e tecnológica, exigindo uma corrida vertiginosa por conhecimentos e um significativo esforço de adaptação às mudanças do mundo moderno. Essa aceleração vem determinando uma necessidade de intensificação das relações humanas, de diversificação de atividades, de busca do conforto, do prazer e do belo, na perspectiva de melhor qualidade de vida.

Nesse contexto, o design pretende produzir produtos de qualidade, com diferencial dentro de um mercado competitivo, sem abrir mão do conceito/estilo. O Designer deve estar preparado para trabalhar num mercado emergente e inteligente, onde os diferenciais não são mais exclusividades da tecnologia, qualidade etc., mas, também, da agregação do valor do "belo", incorporado no produto.

 

Corpo Docente

 

DINO LINCOLN FIGUEIROA, DR. Projeto de Produto, Militar & Digital

ELIZABETH ROMANI, DRA. Projeto Gráfico & Interiores

HELENA RUGAI BASTOS, DRA. Teoria, Metodologia e Projeto Gráfico

JOSÉ GUILHERME DA SILVA SANTA ROSA, DR. Interação, Interface & Projeto Digital

JUAREZ ALVES TORRES, ESP. - Representação Técnica

KILDER CÉSAR DE ARAÚJO RIBEIRO, DR. Projeto de Produto, Materiais & Moda

LORENA GOMES TORRES DE OLIVEIRA, MD. Projeto de Produto & Design Urbano

LUCIANO CESAR BEZERRA BARBOSA, DR. Arquitetura e Interiores

LUIZA FALCÃO SOARES CUNHA, MD. Projeto Gráfico & Serviço

MARCOS ALBERTO ANDRUCHAK, DR. Representação Artística & Animação

OLAVO FONTES MAGALHÃES BESSA, DR. Teoria & Projetos Sustentáveis

RODRIGO NAUMANN BOUFLEUR, DR. Teoria & Projeto de Produto

THIAGO CHELLAPPA, POSTDOC. Projeto Digital e Materiais Renováveis

Coordenação do Programa: KILDER CESAR DE ARAUJO RIBEIRO

Telefone/Ramal:

E-mail: Nenhum conteúdo disponível até o momento

Título do Profissional: Nenhum conteúdo disponível até o momento Área de Conhecimento CNPQ: Lingüística, Letras e Artes Convênio Acadêmico : Nenhum conteúdo disponível até o momento Modalidade de Curso: Presencial
Calendário Fique por dentro dos eventos relacionados ao nosso Calendário Acadêmico.
  • 10/01/2017 - 20/01/2017 · Matrícula para o período 2017.1.
  • 13/02/2017 · Início do período letivo 2017.1.
Notícias Veja abaixo as noticias referentes ao nosso Curso.
SIGAA | Superintendência de Informática - (84) 3215-3148 | Copyright © 2006-2017 - UFRN - sigaa07-producao.info.ufrn.br.sigaa07-producao