Notícias > Defesa de Relatório de Graduação em Geofísica - ALINE SILVA - 14/12/2017 - 15h00 - Sala I - Dep. de Geofísica (1º Andar Prédio REUNI)

Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Centro de Ciências Exatas e da Terra
Curso de Graduação em Geofísica

 


DEFESA DE RELATÓRIO DE GRADUAÇÃO EM GEOFÍSICA (GEF0161)

 

 

Título:

 

BATIMETRIA INTERFEROMÉTRICA DA PLATAFORMA CONTINENTAL ADJACENTE A BAÍA FORMOSA-RN E ANÁLISE DA INFLUÊNCIA DO PERFIL DE VELOCIDADE DO SOM NA DETERMINAÇÃO DA PROFUNDIDADE


Autora: Aline Silva da Costa Lopes                                                                                                                                                                       


Resumo:

 

A batimetria é um método de estudo geofísico que utiliza o princípio da propagação de ondas acústicas em meio aquoso (hidroacústica) para obter a profundidade de um ambiente submerso. Os sistemas de sondagem aplicados na investigação batimétrica podem ser monofeixe (singlebeam), o qual emite um único feixe; multifeixe (multibeam), o qual emite vários feixes; e o sonar interferométrico, o qual utiliza a diferença de fase da onda para determinar o ângulo de resposta do sinal refletido e assim obter a profundidade. Neste trabalho foram realizadas coletas de dados fazendo o uso do sonar interferométrico, com o intuito de descrever a geomorfologia da área correspondente a plataforma continental interna adjacente a Baía Formosa, situada no litoral sul do estado do Rio Grande do Norte, à 94 km da capital Natal.Os resultados obtidos permitiram observar que a plataforma continental nessa região não é acidentada e apresenta baixo gradiente do relevo submerso; a mesma apresenta inclinação mais acentuada na parte norte da área de estudo enquanto que a inclinação da região sul apresenta inclinação suave. Além disso, valores foram aplicados aos parâmetros de temperatura, salinidade e profundidade, os quais compõem a equação de Medwin. Dessa forma, os valores sintéticos de velocidade do som na água foram obtidos. Os perfis sintéticos de velocidade foram gerados com base nos valores sintéticos de velocidade. Os perfis foram aplicados em uma linha batimétrica. Consequentemente, foram gerados dez linhas batimétricas, as quais foram comparadas a linha base com o intuito de observar o quanto a alteração desses parâmetros afetaram o valor da profundidade medida. Para as porções mais rasas da linha batimétrica a modificação dos parâmetros não ocasionou variação significativa. Entretanto, nas porções mais profundas da linha as alterações dos parâmetros provocaram mudanças mais significativas, principalmente nas condições de temperaturas mais baixas.

Palavras-chaves:


Sonar interferométrico, batimetria e perfil de velocidade do som.

 

Banca Examinadora:

 

 

Prof.ª Dr.ª  Helenice Vital – Orientadora (DG/UFRN)

Prof. Dr. Moab Praxedes Gomes (DG/UFRN)

Prof. Dr. Gilvan Luiz Borba (DGEF/UFRN)

 


Data: 14 de dezembro de 2017                                                               Horário: 15h00

 

Local: Sala I do Departamento de Geofísica (1º Andar – Prédio REUNI)


Notícia cadastrada em 13/12/2017 10:00  
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa12-producao.info.ufrn.br.sigaa12-producao