Banca de DEFESA: SANDRA PRISCILA ALVES

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: SANDRA PRISCILA ALVES
DATA: 03/04/2012
HORA: 14:00
LOCAL: Auditório do Departamento de Geografia
TÍTULO:

O circuito espacial da produção petrolífera no Rio Grande do Norte


PALAVRAS-CHAVES:

Circuito espacial de produção; atividade petrolífera; meio técnico-científico-informacional; Rio Grande do Norte; divisão territorial do trabalho.


PÁGINAS: 166
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Geografia
RESUMO:

Nosso estudo se remete ao estado do Rio Grande do Norte frente à implantação da atividade petrolífera em seu território. Nesse sentido o objetivo geral do trabalho consistiu em analisar a presença do circuito espacial da produção petrolífera vinculado ao sistema de objetos e de ações presentes no território norte rio-grandense. A partir do chamado “choque do petróleo”, acontecimento mundial que causou desdobramentos em vários países, a Petróleo Brasileiro S/A (PETROBRAS) aumentou os investimentos em perfurações nas bacias geológicas brasileiras. No ano de 1973 foi perfurado em área marítima o poço que deu origem a produção comercial de petróleo e gás no Rio Grande do Norte. Desse momento em diante foram sendo acrescentados em algumas parcelas do território potiguar, grandes sistemas de objetos juntamente às ações provocadas por agentes diversos. Nesse contexto, situações geográficas foram reorganizadas em função de um inédito circuito espacial de produção acompanhado de um novo círculo de cooperação. No estado acontecem todas as instâncias do circuito: a produção, a distribuição e o consumo. À luz da teoria do espaço geográfico procuramos direcionar as nossas reflexões ao funcionamento destas instâncias, estando elas ligadas a fluxos materiais e imateriais multiescalares. Essa perspectiva nos autoriza a pensar o território norte rio-grandense inserido em uma nova divisão territorial do trabalho marcada pela especialização regional produtiva. A atividade petrolífera implantou-se no território norte rio-grandense em um momento marcado pela reestruturação produtiva de diversos segmentos econômicos. O setor petrolífero passou a atuar cada vez atrelado as bases científicas e informacionais, tendo em vista o aumento da produtividade. A presença desse circuito demandou ao território, mais especificamente ao município de Mossoró/RN, uma diversa estrutura organizacional que ocorre desde o vasto sistema nacionalmente integrado de corporações comerciais privadas até as pequenas empresas, todas elas relacionando-se diretamente ou indiretamente com a PETROBRAS. Os fluxos entre empresas cujas sedes localizam-se em estados e mesmo países distantes têm gerado um movimento contínuo de produtos, pessoas, informações e ideias, o que vem provocando também novas materialidades no território.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2177362 - ALDO ALOISIO DANTAS DA SILVA
Interno - 1486670 - CELSO DONIZETE LOCATEL
Externo à Instituição - MÁRCIO ANTONIO CATAIA - UNICAMP
Notícia cadastrada em: 22/03/2012 10:41
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa07-producao.info.ufrn.br.sigaa07-producao