Banca de DEFESA: KELLIA DE OLIVEIRA BEZERRIL

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: KELLIA DE OLIVEIRA BEZERRIL
DATA: 07/02/2016
HORA: 14:00
LOCAL: Auditório "D" do Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes
TÍTULO:

O LIXÃO DE CIDADE NOVA E SUA INTERFERÊNCIA NA QUALIDADE DOS RECURSOS HÍDRICOS SUBTERRÂNEOS NOS BAIRROS DE CIDADE NOVA, FELIPE CAMARÃO, PLANALTO E GUARAPES


PALAVRAS-CHAVES:

Expansão urbana. Resíduos sólidos. Contaminação. Águas subterrâneas. Problemática socioambiental.


PÁGINAS: 112
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Geografia
RESUMO:

O crescimento desordenado da capital potiguar ocorrido a partir da década de 1970 ocasionou sérios problemas ambientais urbanos. Nesse contexto de rápido incremento populacional, a constituição do Lixão de Cidade Nova ampliou a problemática socioambiental pela emissão elevada de chorume no solo, culminando na contaminação do lençol freático, o que trouxe sérios problemas para a qualidade do abastecimento hídrico da população. Desta forma, a presente pesquisa busca relacionar a contaminação gerada pela deposição dos resíduos sólidos no Lixão de Cidade Nova por mais de três décadas e o precário esgotamento sanitário implantado nos bairros de Felipe Camarão, Cidade Nova, Planalto e Guarapes com a contaminação dos poços dos respectivos bairros destinados para o consumo humano. Para tanto, foi feito levantamento bibliográfico para a discussão sobre esta relação entre urbanização, problemática socioambiental e contaminação de águas subterrâneas. Além disso, foi feito levantamento sobre a estrutura física da área de estudo, assim como das legislações relativas à temática. Ainda no plano metodológico, foi feita pesquisa de campo nos poços destinados ao abastecimento hídrico P1 e P5 no bairro de Felipe Camarão e P2 no Planalto, no período de maio de 2014 a maio de 2015. Os resultados da pesquisa demonstram que há contaminação das águas destinadas ao abastecimento humano nos referidos bairros e que esta advém da inadequada deposição de resíduos sólidos no solo, além da ausência de um adequado esgotamento sanitário, concluindo que há latente necessidade de políticas públicas que atenuem tais problemas no contexto socioambiental da presente área de estudo.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1803535 - ADRIANO LIMA TROLEIS
Externo à Instituição - JOSIEL DE ALENCAR GUEDES - UERN
Interno - 1503011 - LUTIANE QUEIROZ DE ALMEIDA
Notícia cadastrada em: 25/01/2016 15:28
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa06-producao.info.ufrn.br.sigaa06-producao