Banca de DEFESA: THAIS ALINE OLIVEIRA MACIEL

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: THAIS ALINE OLIVEIRA MACIEL
DATA: 03/03/2014
HORA: 14:30
LOCAL: DEPARTAMENTO DE ODONTOLOGIA
TÍTULO:

ESTUDO DA INFLUÊNCIA DE LINFÓCITOS TCD-8 E DAS CÉLULAS NK EM CASOS DE CARCINOMA EPIDERMÓIDE DE LÁBIO INFERIOR E SUA RELAÇÃO COM A PROGRESSÃO DA LESÃO


PALAVRAS-CHAVES:

Carcinoma epidermóide de língua, proliferação celular, antígeno Ki-67, pacientes com idade abaixo de quarenta anos, gradação histológica, fatores de risco.


PÁGINAS: 89
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Odontologia
SUBÁREA: Clínica Odontológica
RESUMO:

O Carcinoma Epidermóide (CE) é a neoplasia maligna de origem epitelial que mais ocorre na cavidade oral, com alta capacidade de invadir estruturas adjacentes. Classicamente, o CEO ocorre mais em homens com idade acima de 50 anos, que fazem uso de tabaco e álcool por longos períodos de tempo, sendo a língua, o sítio anatômico mais frequentemente acometido. Atualmente, vem se percebendo um aumento na incidência dessa lesão em pacientes com idade abaixo dos 40 anos expostos ou não a fatores de risco, principalmente as lesões de língua. O objetivo desta pesquisa foi analisar o índice de proliferação celular, utilizando o anticorpo Ki-67em CEs de língua em dois grupos de faixas etárias distintas. Também, avaliaram-se as características clínico-patológicas dos casos constantes do estudo. A amostra se constituiu de 16 casos de pacientes com idade abaixo de 40 anos e 20 casos de pacientes com idade acima de 40 anos. Em relação às características clínico-patológicas das lesões, o sexo masculino foi o mais acometido para os dois grupos, sendo evidenciado que o hábito de beber e fumar foi frequente tanto para os pacientes com idade abaixo de 40 anos (56,3%) como para os pacientes com idade acima dos 40 anos (95,0%). Foi possível observar que houve uma associação estatisticamente significante entre o grupo de pacientes com idade abaixo de 40 anos e a presença de metástase regional (p = 0,036), bem como entre o mesmo grupo e os estágios mais avançados da doença (p = 0,012). Em relação à gradação histológica de malignidade, houve uma maior frequência de tumores classificados em alto grau de malignidade no grupo de pacientes com idade abaixo de 40 anos (56,2%), mas não foi evidenciada diferença estatística entre os grupos e a gradação histológica de malignidade. Quanto à análise da expressão imuno-histoquímica pelo Ki-67, não houve diferença estatisticamente significante entre a expressão do anticorpo utilizado entre os grupos etários estudados nesta pesquisa, bem como com os outros parâmetros clínicos e histopatológicos. Pode-se concluir que a proliferação celular não foi significativamente diferente entre os grupos que constituíram o presente estudo.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1258707 - ANTONIO DE LISBOA LOPES COSTA
Externo à Instituição - GUSTAVO PINA GODOY - UEPB
Presidente - 344668 - LEÃO PEREIRA PINTO
Notícia cadastrada em: 21/02/2014 12:03
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa05-producao.info.ufrn.br.sigaa05-producao