Banca de DEFESA: FERNANDO JOSE DE OLIVEIRA NOBREGA

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: FERNANDO JOSE DE OLIVEIRA NOBREGA
DATA: 13/09/2013
HORA: 14:00
LOCAL: AUDITÓRIO DO DEPARTAMENTO DE ODONTOLOGIA
TÍTULO:

Análise da expressão imuno-histoquímica da ciclofilina A, EMMPRIN e MMP-13 na doença periodontal.


PALAVRAS-CHAVES:

Inflamação. Periodontite. Metaloproteinase 7 da matriz. Ciclofilina A.


PÁGINAS: 122
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Odontologia
SUBÁREA: Clínica Odontológica
RESUMO:

A doença periodontal é uma patologia infecciosa resultante da resposta imuno-inflamatória do hospedeiro aos microrganismos presentes no biofilme dentário, levando à destruição tecidual. O propósito do presente estudo foi avaliar a expressão imuno-histoquímica da ciclofilina A (CYPA), do indutor de metaloproteinases da matriz extracelular (EMMPRIN) e da metaloproteinase da matriz 7 (MMP-7) em espécimes humanos de gengiva clinicamente saudável (n=32), gengivite induzida por biofilme dentário (n=28) e periodontite crônica (n=30). A imunopositividade da CYPA, do EMMPRIN e da MMP-7 revelou diferença estatisticamente significativa entre os três grupos, com maiores percentuais de positividade nos espécimes de periodontite crônica, seguidos pelos espécimes de gengivite crônica e de gengiva saudável (p < 0,001). No grupo da periodontite, que apresentou em todos os casos infiltrado inflamatório moderado e intenso, foi evidenciada imunomarcação mais expressiva para CYPA e MMP-7. Quando analisadas possíveis correlações das imunoexpressões de EMMPRIN, MMP-7 e CYPA, tanto entre si como com parâmetros clínicos (profundidade de sondagem e perda de inserção clínica), foram observadas correlações positivas entre a expressão de CYPA e as expressões da MMP-7 (r = 0,831; p < 0,001) e do EMMPRIN (r = 0,289; p = 0,006). Além disso, a profundidade de sondagem revelou correlação positiva, estatisticamente significativa, com as expressões de MMP-7 (r = 0,726; p < 0,001), EMMPRIN (r = 0,345; p = 0,001) e CYPA (r = 0,803; p < 0,001). Esses resultados evidenciam que a CYPA, o EMMPRIN e a MMP-7 podem estar associadas à patogênese da doença periodontal, quer seja na quimiotaxia de células do infiltrado inflamatório ou na produção de enzimas destruidoras de colágeno e de tecido ósseo.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - CASSIANO FRANCISCO W. NONAKA - UEPB
Externo à Instituição - EDUARDO JOSE GUERRA SEABRA - UERN
Interno - 2492713 - ERICKA JANINE DANTAS DA SILVEIRA
Externo ao Programa - 1752956 - EULER MACIEL DANTAS
Presidente - 1258693 - LELIA MARIA GUEDES QUEIROZ
Notícia cadastrada em: 29/08/2013 16:26
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa11-producao.info.ufrn.br.sigaa11-producao