LINHAS DE PESQUISA

 

Interação hidrosfera-biosfera-atmosfera

Descrição: Nessa linha de pesquisa são desenvolvidos estudos observacionais e de modelagem utilizando modelos numéricos de superfície, hidrológico, oceânico e atmosférico para simular os processos físicos que ocorrem nas interfaces hidrosfera-biosfera-atmosfera, nas escalas temporais de tempo e clima e em diferentes escalas espaciais. Tais processos incluem trocas de energia, momento, vapor de água, fluxos hidrológicos (superficial e subterrâneo), gases traço (ciclos biogeoquímicos), emissão/dispersão de poluentes atmosféricos e poluição ambiental.

 

Estudos observacionais em tempo e clima

Descrição: Esta linha de pesquisa se dedica a estudos relacionados a obtenção análise de dados observacionais tanto na superfície terrestre e oceânica, quanto em perfis verticais na atmosfera. Nesse sentido, são propostos estudos de monitoramento ambiental de curto, médio e longo prazo, bem como a análise de dados coletados in situ. Além da obtenção de séries temporais de dados, são também propostos métodos para o tratamento estatístico dessas informações, análise de consistência física e preenchimento de falhas, gerando novas bases de dados, aplicáveis para estudos de tempo e clima. Em última análise, os dados coletados e tratados são usados na avaliação e calibração de modelos dinâmicos e estocásticos, bem como nos estudo de interação das diferentes componentes do sistema climático.


Modelagem dinâmica/estocástica em tempo e clima 

Descrição: Nessa linha de pesquisa são desenvolvidos estudos sobre o sistema climático sob a perspectiva de Modelagem Dinâmica (MD) e Modelagem Estocástica (ME) de tempo e clima. Os estudos com MD são conduzidos em escala global, regional e/ou micro escala, abrangendo as interações entre as diferentes componentes do sistema climático (hidrosfera, litosfera, biosfera, atmosfera). No que concerne a ME, são desenvolvidos estudos com diferentes métodos matemáticos e estatísticos com a finalidade de estudar a evolução de variáveis ambientais na escala de tempo e de clima.


Sensoriamento remoto do sistema climático

Descrição: Esta linha de pesquisa se dedica ao desenvolvimento de estudos do sistema climático utilizando dados obtidos a partir de sensores a bordo de plataformas orbitais além de radares em superfície. As informações de sensoriamento remoto podem ser meteorológicas (precipitação, vento, relâmpagos, temperatura e umidade do ar, etc), oceanográficas (temperatura da superfície do mar, salinidade, etc), agrometeorológicas (temperatura da superfície terrestre, umidade de solo, evapotranspiração, produtividade primária bruta dos ecossistemas, etc), entre outras.

 

Mudança climática, população e ambiente

Descrição: Esta linha de pesquisa tem o propósito de desenvolver uma abordagem interdisciplinar ao estudo das relações entre clima, população e ambiente. Dedica-se a realizar reflexões críticas sobre a compreensão dos variados aspectos das mudanças climáticas sobre as populações e sobre o ambiente, contemplando questões de natureza teórica, metodológica pertinentes a ambas e a cada uma dessas subáreas temáticas. Assim, nessa linha de pesquisa procura-se trazer elementos teórico-metodológicos das mudanças climáticas e suas consequências ambientais e sócio-demográficas, a partir de conceitos como vulnerabilidade, risco, adaptação, consumo e resiliência, bem como análise dos aspectos do processo de redistribuição sócio espacial e de condição de vida das populações.

SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa01-producao.info.ufrn.br.sigaa01-producao