Banca de QUALIFICAÇÃO: MURIELLY PRISCILLY DE MEDEIROS MAIA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MURIELLY PRISCILLY DE MEDEIROS MAIA
DATA : 31/05/2019
HORA: 14:00
LOCAL: DEPARTAMENTO DE ODONTOLOGIA - UFRN
TÍTULO:

PRODUÇÃO E VALIDAÇÃO DO INDICADOR DE OFERTA DA ATENÇÃO PSICOSSOCIAL NO BRASIL


PALAVRAS-CHAVES:

Indicadores de Serviços; Avaliação de Serviços de Saúde; Serviços de Saúde Mental; Regionalização; Análise Espacial.


PÁGINAS: 63
RESUMO:

INTRODUÇÃO: A Rede de Atenção Psicossocial Social (RAPS) destina-se ao atendimento/acolhimento daqueles em sofrimento mental grave e persistente, ou em uso abusivo de álcool e outras drogas e constitui-se como principal estratégia no enfrentamento ao Modelo Manicomial/Asilar, pelos princípios de inclusão, reabilitação psicossocial e liberdade. OBJETIVO: Produzir e validar o Indicador de Oferta da Atenção Psicossocial no Brasil. MÉTODOS: Estudo ecológico, onde foram analisadas 37 variáveis que refletem a estrutura e os recursos humanos da RAPS por Regiões Imediatas de Articulação Urbana, para as quais foram realizadas Análise Descritiva e Espacial pelas técnicas de Moran Global e Local. Para a produção e validação do indicador foi aplicada a técnica de Análise Fatorial exploratória e confirmatória, pelas validações de critério e constructo. RESULTADOS: a distribuição espacial das variáveis UBS, Hospital geral, Médicos da Família, Psiquiatra, Psicólogo, ACS e Terapeutas Ocupacionais apresentaram autocorrelação espacial (I>0,4; p<0,05), com concentração de áreas de elevadas taxas no centro oeste, sudeste e parte do sul. O teste de esfericidade de Bartlett obteve p<0,05, o KMO foi de 0,732, as comunalidades tiveram carga superior a 0,06. Foram extraídos sete fatores: Fator 1 (Perfil da Atenção Básica da RAPS); Fator 2 (Perfil da Equipe de Apoio da RAPS); Fator 3 (Perfil da Atenção Psiquiátrica da RAPS); Fator 4 (Perfil do Regime Residencial na RAPS); Fator 5 (Perfil dos CAPS); Fator 6 (Perfil de Residências Terapêuticas na RAPS) e Fator 7 (Perfil da Alta Complexidade na RAPS), explicando conjuntamente 70,5% da Variância Total. A distribuição espacial do indicador mostra que a oferta de Atenção Psicossocial é Muito Precária na Região Norte; de Precária a Regular na Região Nordeste; e Boa ou Muito Boa nas Regiões Centro-Oeste, Sudeste e Sul. A validação de construto foi conseguida com 60% da amostra, para o qual foram formados os mesmos fatores que explicaram 70,8% da variância total, e a validação de critério mostrou que as categorias de oferta Bom e Muito bom estiveram relacionadas aos melhores indicadores socioeconômicos. CONCLUSÕES: Existe uma desigualdade na distribuição da Atenção Psicossocial no Brasil, com melhores níveis de oferta nas regiões mais desenvolvidas.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2305247 - ISABELLE RIBEIRO BARBOSA MIRABAL
Interna - 1231563 - ANA KALLINY DE SOUSA SEVERO
Interno - 911.028.804-00 - WILTON RODRIGUES MEDEIROS - UFRN
Notícia cadastrada em: 08/05/2019 08:33
SIGAA | Superintendência de Informática - (84) 3215-3148 | Copyright © 2006-2019 - UFRN - sigaa10-producao.info.ufrn.br.sigaa10-producao