Banca de QUALIFICAÇÃO: ALESSANDRA STEFANE CÂNDIDO ELIAS DA TRINDADE

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ALESSANDRA STEFANE CÂNDIDO ELIAS DA TRINDADE
DATA : 07/05/2021
HORA: 10:00
LOCAL: Google Meet < meet.google.com/rpd-oapa-hir >
TÍTULO:

O papel da criatividade e da serendipidade no processo de inovação de produtos e serviços: estudo de caso em uma biblioteca pública de Natal-RN


PALAVRAS-CHAVES:

Biblioteca pública. Inovação -  Produtos e serviços. Criatividade. Serendipidade.


PÁGINAS: 114
RESUMO:

Atualmente a capacidade de inovar é crucial para as organizações e elas precisam utilizar os seus recursos materiais, tecnológicos, financeiros e humanos da melhor maneira possível. As bibliotecas públicas não fogem a esta realidade, pois as mudanças sociais e tecnológicas influenciam as necessidades dos sujeitos, com isso elas precisam inovar em seus produtos e serviços para atenderem e manterem a sua clientela. Frente ao exposto, nosso estudo tem como objetivo geral: identificar a contribuição da serendipidade e da criatividade para o processo de inovação de produtos e serviços. Para isto, seguiremos o seguinte percurso metodológico: iniciamos a coleta de dados com uma pesquisa bibliográfica, na sequência realizaremos uma entrevista estruturada com a bibliotecária gestora da biblioteca pública do Parque da Cidade para compreender o cenário e diagnosticar os recursos da unidade de informação e aplicaremos um diário pelo qual a referida profissional registrará as suas experiências de serendipidade durante um período de trintas dias, todos os dados coletados serão interpretados sob uma abordagem indutiva e utilizaremos dois métodos de procedimentos, a  saber: o monográfico e o estruturalista. Os resultados iniciais apontam que a criatividade e a serendipidade são os motores da inovação, mecanismos que se relacionam no processo de concepção de produtos e serviços. A criatividade impulsiona a inovação por meio da geração das ideias, a serendipidade representa a capacidade dos indivíduos para fazer conexões inesperadas, levando a descobertas inesperada, portanto é crucial para o insight criativo. Conclui-se que a serendipidade e a criatividade devem ser consideradas e incentivadas no contexto organizacional para que a inovação seja um processo contínuo, ao invés de uma manifestação esporádica. Para inovar os gestores precisam gerir, desenvolver e utilizar os conhecimentos, as habilidades e as competências dos recursos humanos da sua organização, promover um clima e uma cultura organizacional favorável ao processo criativo e, por conseguinte, a inovação.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ANA CLARA CÂNDIDO - UFSC
Interna - 1323825 - ANDREA VASCONCELOS CARVALHO
Presidente - 2086430 - FERNANDO LUIZ VECHIATO
Notícia cadastrada em: 26/04/2021 14:47
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa22-producao.info.ufrn.br.sigaa22-producao