Banca de QUALIFICAÇÃO: LEANDRO LUIZ DA SILVA PEREIRA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : LEANDRO LUIZ DA SILVA PEREIRA
DATA : 14/12/2022
HORA: 09:00
LOCAL: [Remoto] - Google Meet
TÍTULO:

UMA APROXIMAÇÃO ENTRE FLECK E CHEVALLARD NA COMPREENSÃO DE SABERES SOCIOCIENTÍFICOS PARA A FORMAÇÃO DOCENTE: O CASO DE JOÃO CÂMARA/RN


PALAVRAS-CHAVES:

Terremotos; João Câmara/RN; Fleck; Chevallard; Saber Popular; Saber Científico; Ensino de Ciências; Modelagem Didática; Formação Docente.


PÁGINAS: 106
RESUMO:

Os terremotos de João Câmara/RN são vistos como um inimigo oculto pela população desde a década de 1950. Especialmente após a grande sequência de eventos da década de 1980, os terremotos têm sido alvo cada vez maior de pesquisas ligadas à Sismologia e à Educação, relevância alcançada de forma emblemática com o esforço conjunto de diversas instituições e pesquisadores sobre estudos que levaram a definir a Falha Sísmica de Samambaia (FSS). Nosso papel social é de esclarecer as questões desses estudos no terreno da Educação, retornando ao processo construtivo da Ciência como prática social coletiva em constante transformação, mobilizando saberes sociocientíficos pertencentes ao contexto histórico. De tal modo, nossa pretensão é analisar ideias presentes nas práticas sociais caracterizadas pelos saberes popular e científico, organizando esses saberes na forma de praxeologias, em direção à idealização de uma modelagem didática, pautada no contexto histórico-epistemológico em epígrafe. Dessa maneira, a pesquisa qualitativa está sendo conduzida em um percurso metodológico que reúne etapas estratégicas para a compreensão de conhecimentos sobre os terremotos de João Câmara/RN, valendo-se de fontes escritas oriundas de trabalhos acadêmicos e estudos de campo, assim como das contribuições do referencial teórico-metodológico por meio da análise intertextual. Utilizamos a epistemologia de Fleck (2010) para avaliar a dinâmica científica, observando a circulação das principais ideias dos coletivos de pensamento que buscaram explicar a causa do fenômeno natural. As ideias também foram categorizadas e analisadas por meio da Teoria Antropológica do Didático (TAD), de Chevallard (1999), por se tratar de uma problemática sociocientífica de forte apelo educacional regional. O percurso da pesquisa culmina com a proposição e discussão de uma modelagem didática para o Ensino de Física contextualizado. A modelagem foi baseada na organização praxeológica dos pesquisadores em sismologia, que, atualmente, detém a melhor justificava científica para a realidade fenomenológica em questão. Assim, estamos subsidiando a teorização de modelagens didáticas regionais para o Ensino de Ciências. Nesse enfoque, não optamos em trabalhar episódios famosos da História da Ciência, mas direcionamos o debate sobre a produção de conhecimento pautado na dimensão contextual de investigações de campo, sob o aporte teórico da Sociologia da Ciência. Por fim, esperamos que esta tese contribua com elementos para o Ensino de Ciências na perspectiva CTS e para a elaboração de produtos educacionais baseados em problemáticas sociocientíficas regionais, sugerindo inovações no aspecto didático-epistemológico e nas reflexões destinadas ao campo de formação de professores.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2195626 - MILTON THIAGO SCHIVANI ALVES
Interna - 3321606 - MARCIA GORETTE LIMA DA SILVA
Externo à Instituição - EHRICK EDUARDO MARTINS MELZER - UFPR
Notícia cadastrada em: 23/11/2022 21:37
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa26-producao.info.ufrn.br.sigaa26-producao