Banca de DEFESA: FRANCISCO AZEVEDO DO NASCIMENTO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : FRANCISCO AZEVEDO DO NASCIMENTO
DATA : 05/02/2021
HORA: 10:00
LOCAL: online via videoconferência
TÍTULO:

ARTE E MOVIMENTO: A viabilidade de um projeto permanente de ensino na Educação Básica em uma escola pública de Goianinha/RN


PALAVRAS-CHAVES:

Projeto permanente, Desenho, Exposições.


PÁGINAS: 95
RESUMO:

O presente trabalho objetiva analisar a viabilidade e o desenvolvimento de um projeto permanente em Arte com desenho e pintura na Escola Estadual João Tibúrcio, localizada em Goianinha/RN. Denominado “Arte e Movimento”, o projeto possibilitou o contato direto dos alunos com a arte produzida no espaço escolar através da apropriação de técnicas e de um conhecimento teórico sobre assuntos no universo das Artes Visuais. O que se deu por meio do desenvolvimento de um projeto que articulou reuniões regulares para o aprendizado e a prática do desenho, visitas a exposições, estudos sobre obras e artistas, realização de exposições e participação de editais. Embasadas nas competências e habilidades citadas inicialmente pelos Parametros Curriculares Nacionais (PCN, 1997) e pela Base Nacional Curricular Comum (BNCC, 2018), nossas questões se voltam para o processo de movimento experimentado pelos alunos quando se propõem a participar de um projeto em Arte, assim como para as possibilidades de aprendizado e de empreendedorismo no campo das artes no ambiente escolar. Nosso lócus da pesquisa é a Escola Estadual João Tibúrcio, localizada em Goianinha/RN, e entre as nossas referências teóricas destacam-se, entre outros, Larrosa, (2001). Barbosa (2003), Ostrower (2014), Pareyson (2001), Ferraz e Fusari (2002). O trabalho se justifica, inicialmente, em função da demanda de alguns alunos interessados em artes visuais que não se encaixavam em outros projetos existentes na escola. No campo do ensino de artes, o projeto em questão visa, especificamente, por meio da sua proposta de ensino e atuação: possibilitar aos alunos a oportunidade de se integrarem a um projeto no qual possam ser protagonistas; permitir que vejam o leque de opções que a arte pode proporcionar em seu campo de trabalho ou em futuras oportunidades de experiência profissional; dar à comunidade escolar a oportunidade de apreciar e fruir arte; possibilitar uma maior integração dos pais com a comunidade escolar.   Consideramos, pois, a relevância do nosso estudo, uma vez que, como metodologia qualitativa e descritiva, poderá contribuir, não só para percepção das perspectivas e pontos de vista dos participantes através da arte, mas para as possibilidades de discussões e experiências no campo do ensino de arte na escola.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - DIEGO SOUZA DE PAIVA
Presidente - 1674328 - MARCOS ALBERTO ANDRUCHAK
Interna - 221.918.794-20 - MARINEIDE FURTADO CAMPOS - UFRN
Interna - 2141640 - RENATA VIANA DE BARROS THOME
Notícia cadastrada em: 26/01/2021 12:32
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa18-producao.info.ufrn.br.sigaa18-producao